Publicidade

Estado de Minas

Missa homenageia casal que morreu atropelado em via do Lago Norte

Parentes e amigos de Evaldo Augusto da Silva, 75, e Dulcineia Rosalino da Silva, 70, estão reunidos na Igreja Nossa Senhora do Lago


postado em 19/01/2018 20:16 / atualizado em 19/01/2018 21:53

Ao menos 300 pessoas acompanham a missa na Igreja Nossa Senhor do Lago(foto: Luis Nova/ Esp.CB / D.A Press)
Ao menos 300 pessoas acompanham a missa na Igreja Nossa Senhor do Lago (foto: Luis Nova/ Esp.CB / D.A Press)

O clima de comoção tomou conta da Igreja Nossa Senhora do Lago, paróquia frequentada pelo casal Evaldo Augusto da Silva, 75, e Dulcineia Rosalino da Silva, 70, atropelados em uma via do Lago Norte. Às 19h desta quinta-feira (19/1), amigos e familiares participaram de uma missa em homenagem aos dois.

 

Leia as últimas notícias do Distrito Federal

Ao menos 300 pessoas acompanham a missa, marcada especialmente para homenagear o casal. Logo na entrada da igreja, parentes e amigos do casal se cumprimentavam. Muitos choraram ao lembrar dos momentos vividos com Evaldo e Dulcineia, que há pouco tempo comemoraram 50 anos de casados.

Alguns, incapazes de conter as lágrimas, não conseguiam dizer qualquer palavra aos familiares que aguardavam à porta da igreja. Outros participantes manifestavam a dor com uma profunda expressão de pesar. Palavras de conforto eram ditas quando os olhares se encontravam.

 

Em vários momentos da missa, o padre prestou homenagens ao casal. Além de Dulcineia e Edvaldo, o líder religioso pediu orações para familiares, amigos e para Luciana Pupe Vieira, 46, condutora do carro que atingiu o casal e que segue internada em estado grave.

"Não há consolo para a dor. Contem com nossas orações e nossa amizade. Digamos a Nossa Senhora do Lago 'obrigado', pelo tempo em que eles estiveram conosco. E obrigado por tantas manifestações de carinho. Sejamos semeadores da esperança e Deus ouça nossas preces e acolha nossos irmãos Evaldo e Dulcineia", orou o padre Norbey Londoño Buitrago.

Nos ritos finais da homenagem, grupos religiosos se reuniram próximo ao altar da igreja para fazer orações com a família e relembrar como o casal contribuiu para a comunidade ao longo de 18 anos.

* Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade