Produtos mais desejados têm pouco desconto durante a Black Friday

O consumidor tem preferência por smartphones, tevês e eletrodomésticos, mas os maiores descontos são vistos em jogos de videogame, tênis, ventiladores e camisetas de time

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/11/2017 11:03 / atualizado em 24/11/2017 12:23

Mark Ralston/AFP


A Black Friday é, desde 2010, o maior evento do e-commerce no Brasil. As vendas deste ano no mercado on-line devem atingir a marca de R$ 2,1 bilhões, uma alta de 15% na comparação com 2016, segundo a Ebit, empresa de informações sobre o comércio eletrônico no Brasil. No entanto, apesar da expectativa do consumidor, as categorias mais desejadas não terão grandes descontos.


Segundo dados do comparador de preços Zoom, o consumidor tem preferência por smartphones, tevês, eletrodomésticos, eletroportáteis e notebooks. Mas os maiores descontos foram vistos em jogos de videogame, tênis, ventiladores e camisetas de time, que podem sair por até 75% menos.  

 

Quem pesquisar, porém, pode achar o que quer mais barato. A professora Débora Kelly Silva Cunha, 26 anos, aproveitou a data para comprar uma geladeira portátil, um desejo antigo e que agora foi possível realizar. Ela conta que o eletrodoméstico custava R$ 279 no início do segundo semestre e, nesta sexta-feira, estava com 30% de desconto. “Eu estou namorando essa geladeira desde setembro, estava R$ 279,00 e agora consegui comprar por R$ 194,00, com frete grátis”, comemora.  

 

Cuidados ao comprar

 

A Black Friday começou ontem (23/11), às 19h, e vai até às 22h desta sexta-feira (24/11). Toda atenção é pouca em relação às compras. Há muitas empresas honestas, mas também há muitos cibercriminosos investindo pesado para aplicar golpes em sites na internet

 

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) orienta verificar se o site dispõe de endereço físico, telefone e canais de contato direto com o consumidor, como chat, email e SAC.  Segundo o instituto, o ideal é que o consumidor prefira pagar com cartão de crédito ao invés de boleto bancário. Assim, é possível solicitar ao banco o estorno da transação, se tiver qualquer problema.

Vale lembrar que o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor assegura que todas as compras realizadas fora do estabelecimento físico podem ser canceladas no prazo de sete dias a partir da entrega do produto, mesmo que ele não apresente qualquer defeito.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.