Publicidade

Estado de Minas

PT chama julgamento de farsa e conclama apoio a Lula

O partido já confirmou que fará reunião na quinta-feira (25/1) da Executiva Nacional como um ato político de reafirmação de posição


postado em 24/01/2018 19:04 / atualizado em 24/01/2018 20:32

Lula discursou na sede do Sindicato dos Metalúrgicos no ABC Paulista, após sua condenação. (foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL)
Lula discursou na sede do Sindicato dos Metalúrgicos no ABC Paulista, após sua condenação. (foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL)
 
O Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou, em nota, que 24 de janeiro – dia em que Lula foi condenado, por unanimidade, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região – é o "início de mais uma jornada do povo brasileiro em defesa da Democracia e do direito inalienável de votar em Lula para presidente da República". O documento, assinado pela presidente nacional do partido, a senadora Gleisi Hoffmann, afirma que o julgamento foi uma farsa, fruto do "engajamento político-partidário de setores do sistema judicial, orquestrado pela Rede Globo, com o objetivo de tirar Lula do processo eleitoral".
 
 
 O partido já confirmou que fará reunião da Executiva Nacional nessa quinta-feira (25/1), como um ato político de reafirmação de posição. O documento diz, ainda, que o julgamento que aumentou a pena do ex-presidente para 12 ano e 1 mês de reclusão em regime fechado é uma "estratégia de golpistas" que promoveram o impeachment de Dilma Rousseff, em 2016. Apesar dos ataques, o PT afirma que a condenação "esbarra na força política de Lula, que brota da alma do povo. Esbarra na consciência democrática da grande maioria da sociedade, que não aceita uma condenação sem crime e sem provas, não aceita a manipulação da Justiça com fins de perseguiçã o política", afirma Gleisi.
 
A senadora conclamou os movimentos sociais, os partidos de esquerda e garante que os “democratas do Brasil estarão mais unidos do que nunca, fortalecidos pelas jornadas de luta que mobilizaram multidões nos últimos meses". Diz, ainda, que, em agosto, a candidatura será registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "Hoje é o começo da grande caminhada que, pela vontade do povo, vai levar o companheiro Lula novamente à Presidência da República”, concluiu Gleisi

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade