Publicidade

Correio Braziliense

Motoristas devem ter atenção às alterações no trânsito do Eixão Sul

Após desabamento de viaduto sobre a Galeria dos Estados, alterações no trânsito foram feitas enquanto é feito o trabalho de perícia, avaliação técnica e perícia. Saiba onde circular


postado em 07/02/2018 06:42 / atualizado em 07/02/2018 09:47

Um dos principais pontos que os motoristas precisam ter atenção é o acesso ao Buraco do Tatu: congestionamento(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Um dos principais pontos que os motoristas precisam ter atenção é o acesso ao Buraco do Tatu: congestionamento (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)

 
Após uma terça-feira de caos no trânsito, os motoristas devem ter atenção redobrada às alterações no tráfego no centro de Brasília após o desabamento de parte do viaduto sobre a Galeria dos Estados. Avenida fundamental para a mobilidade do Distrito Federal, o Eixão Sul sofrerá mudanças ao menos até 19 de fevereirodurante trabalhos de perícia, avaliação técnica e limpeza, com interdições nos dois sentidos, desde a altura dos Setores Comercial e Bancário até próximo ao Buraco do Tatu. Até por volta das 7h desta quarta-feira (7/2), o trânsito já era intenso no local, mas sem acidentes. O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) recomenda aos motoristas que evitem passar pela região diretamente afetada e, em vez disso, usem a L4, por exemplo.

O diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran-DF, Silvaim Fonseca, falou sobre as interdições no trânsito do Eixão Sul. Veja:



Confira como está o trânsito nas principais pistas do DF

(foto: Arte/CB/DA Press)
(foto: Arte/CB/DA Press)
 

Só na manhã de hoje o governo vai decidir o trecho do Eixão Sul que permanecerá interditado para limpeza da área e a realização das obras. Um dos principais pontos que os motoristas precisam ter atenção é o acesso ao Buraco do Tatu, que permanece fechado para quem está no Eixão sentido norte-sul, da entrada do Buraco do Tatu até a altura do Hospital de Base. A mão inversa, para quem sair do Eixinho W Sul e acessá-lo em direção ao Eixão Norte, ficará livre. 

Os motoristas que sairem do Eixão Norte em direção à parte sul terá de acessar o Eixo Monumental e retornar após a Rodoviária do Plano Piloto para entrar no Eixo W Sul. O semáforo no acesso dessa via para o Eixo W Sul estará intermitente com o intuito de dar mais fluidez ao trânsito.

Quem percorrer o Eixão Sul — no sentido Rodoviária do Plano Piloto — só poderá trafegar até perto do Setor Bancário Sul. Nesse ponto, haverá desvio para a Via S3. Entre o Setor Médico-Hospitalar Sul e o Setor Comercial Sul, pela S3, já será possível acessar o Eixão Sul, no sentido Aeroporto de Brasília. Os trechos que interligam os Eixinhos ao Eixo Monumental também ficarão disponíveis, principalmente para manter o fluxo dos ônibus na Rodoviária do Plano Piloto.

Liberação depende de reparos em estrutura

A circulação de carros nos Eixinhos Leste e Oeste, perto da Galeria dos Estados, permanece proibida, sem previsão de retomar a normalidade. A liberação depende da conclusão do reparo da estrutura que caiu, que pode demorar meses. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) informou, em nota, que elabora um projeto de desvios que permita diminuir os impactos. Não será possível passar por baixo da Rodoviária do Plano Piloto. Os demais trajetos permanecerão liberados.

Uma viatura do Detran-DF ficará 24 horas no início do Eixo W Sul, após o Conic (Setor de Diversões Sul). Equipes da Polícia Militar também estarão no local. Com as alterações, quem percorrer o Eixão Sul — no sentido Rodoviária do Plano Piloto — só poderá trafegar até perto do Setor Bancário Sul. Nesse ponto, haverá desvio para a Via S3.

Imagens do Google Maps mostra as interdições no local do acidente e trânsito (foto: Reprodução/Google)
Imagens do Google Maps mostra as interdições no local do acidente e trânsito (foto: Reprodução/Google)

Alterações em linhas de ônibus

As linhas expressas do BRT — a 2201, do Gama, e a 2301, de Santa Maria — serão desviadas. Segundo o Transporte Urbano do DF (DFTrans), elas vão circular pelo Eixinho L (no sentido Rodoviária) e pelo Eixinho W (no sentido Gama ou Santa Maria). Não haverá ônibus extras ou mudanças em horários. Os usuários do sistema da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), tem acesso livre pela Estação Galeria. De acordo com o órgão, a estação e o túnel da Asa Sul não foram afetados pelo desabamento e os trens circulam normalmente. A previsão é de que hoje o sistema funcione em horário normal. A passagem subterrânea, no entanto, está parcialmente interditada.

Volta pra casa complicada após acidente

volta para casa ontem ficou complicada e o congestionamento durou mais de três horas no Eixo Monumental — via que cruza o Eixão e se tornou a principal alternativa para deslocamento no centro do Plano Piloto. O Metrô-DF estendeu em uma hora o horário de pico. Até as 20h30, 23 trens circularam. Comumente, são 20. Apesar da proximidade com o acidente, a Estação Galeria permanece funcionando normalmente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade