Publicidade

Correio Braziliense

Volume de chuvas em fevereiro supera expectativas antes do fim do mês

Faltam dois dias para o mês acabar, mas o acumulado de chuvas já ultrapassou a média em 21%. A partir de quarta-feira, porém, DF terá dias de sol


postado em 27/02/2018 08:14

Amanhecer parcialmente nublado em Brasília: Inmet prevê pancadas de chuva ao longo do dia(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Amanhecer parcialmente nublado em Brasília: Inmet prevê pancadas de chuva ao longo do dia (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)

 

Fevereiro se encaminha para terminar como um dos meses mais chuvosos dos últimos anos no Distrito Federal. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, até a segunda-feira (26/2), volume acumulado em 263 milímetros em 26 dias. O valor está 21% acima do esperado para todo o mês. A tendência é que o índice aumente, porque há previsão de pancadas de chuva no DF nesta terça-feira (27/2).

 

Apesar de janeiro ser considerado o mês mais úmido do DF, com média de 247,4mm, o volume total registrado pelo Inmet ficou abaixo das expectativas este ano. Além disso, fevereiro registrou mais chuva também no ano passado, quando o acumulado ficou em 258,4mm, 18,8% acima das expectativas.

 

A chuva dá uma trégua a partir de quarta-feira (28/2), quando as temperaturas chegam a 31°C. Ainda assim, de acordo com o meteorologista Manoel Rangel, do Inmet, o tempo nublado e chuvoso continua até abril, entre dias úmidos e ensolarados que devem se revezar. "O volume vai diminuindo aos poucos, até chegar na estação seca", afirma.

 

Alta dos reservatórios acompanha período chuvoso

 

Fevereiro também vai terminar com o volume dos reservatórios acima das expectativas para o mês. Na medição de segunda-feira, o Descoberto marcava 55,9% da capacidade, 23,9 pontos percentuais a mais do que o esperado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa). A previsão era de que esse valor só fosse atingido em maio.

 

O volume da barragem Santa Maria, por outro lado, cresce em ritmo mais lento. Ainda assim, a represa fechou a segunda-feira com 41,5% da capacidade, 5,5 pontos acima das expectativas.

 

No entanto, a Adasa e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) evitam falar em fim do racionamento. Nesta terça-feira, Taguatinga Norte e Estrutural ficam sem água. Confira a lista completa aqui

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade