Publicidade

Correio Braziliense

Ventos intensos deixam o DF com sensação térmica de 9ºC no começo da manhã

Meteorologista explica que os ventos são resultados de uma massa de ar frio, mas que as temperaturas dos últimos dias do mês não serão necessariamente baixas


postado em 28/08/2018 06:48 / atualizado em 28/08/2018 08:19

Céu continua claro e dias podem ser mais quentes pela tarde(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Céu continua claro e dias podem ser mais quentes pela tarde (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
 
O brasiliense que saiu de casa de manhã cedo nesta terça-feira (28/8) deve ter sentido mais frio do que o normal. A temperatura mínima não sofreu grande alteração em relação aos valores dos dias anteriores, mas os ventos intensos de 32,4 km/h deixaram o Distrito Federal com uma sensação térmica de 9ºC no começo da manhã, às 6h. 

A meteorologista Morgana Almeida, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), já havia adiantado na última segunda-feira (27/8) que essa seria uma semana de ventos fortes: "Os próximos dias também devem ser mais ventosos na madrugada, deixando a sensação térmica um pouco mais baixa." Morgana explicou esse fenômeno, que também fez brasileiros de outras regiões tirarem o casaco do guarda-roupas.

"A gente tem uma massa de ar frio e seco que está no oceano, que foi a mesma que ocasionou o frio intenso na região sul no último fim de semana, só que ela não entra no continente, fica no mar. Então, acaba ocorrendo uma maior circulação dos ventos, que faz com que eles se intensifiquem na nossa região."

Mas, apesar da sensação de frio, Brasília está longe de ter dias gelados. A temperatura mínima desta terça foi de 16ºC, com umidade relativa do ar a 80%. Já pela tarde, a seca e o tempo quente voltam, com uma máxima entre 28ºC e 29ºC e uma umidade chegando a 30%. 

Para o restante do semana, a última de agosto, os termômetros podem não sofrer tantas alterações. A previsão é de que os dias sejam de céu claro, aberto e sem o aspecto cinzento dos dias de chuva, que só deve voltar em setembro. 



Por conta da massa de ar frio e seco que está sob algumas regiões provocando ventos fortes, as madrugadas e o começo das manhãs devem ser de sensações mais baixas. Em julho, a ventania chegou a provocar uma sensação térmica de 5ºC no dia 23.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade