Publicidade

Correio Braziliense

PCDF prende homem que matou ex-mulher a facadas após festa de Natal

Ricardo Rodrigues Souza Lopes, 21 anos, responderá por feminicídio e tentativa de homicídio, por ter esfaqueado a irmã da vítima


postado em 27/12/2018 20:08 / atualizado em 27/12/2018 20:34

Ricardo Rodrigues Souza Lopes, 21 anos, foi preso preventivamente.(foto: Reprodução/PCDF)
Ricardo Rodrigues Souza Lopes, 21 anos, foi preso preventivamente. (foto: Reprodução/PCDF)
Após dois dias do crime, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu Ricardo Rodrigues Souza Lopes, 21 anos, por ter matado a ex-namorada Natacha Cristina Rocha dos Santos, 22, e ferido a irmã da vítima nas primeiras horas da última terça-feira (25/12), no Setor Norte da Cidade Estrutural. O caso é investigado como feminicídio e tentativa de homicídio.

Além de Rodrigo, Antônio de Castro Carneiro, 34 anos, recebeu mandado de prisão preventiva nesta quinta-feira (27/12). Ele é suspeito de ajudar o autor do crime a fugir do local das facadas em um veículo. Antônio chegou a ser levado à 8ª Delegacia de Polícia, do SIA, mas foi liberado por causa da falta, à época, da ordem de prisão. Ele é considerado foragido.

O delegado Rodrigo Bonach, responsável pelas investigações do caso, conta que Ricardo se entregou à PCDF com um advogado. "Hoje (27/12), no fim da tarde, Ricardo chegou aqui sem falar nada, como orientado pelo advogado. As provas são muito contundentes: a própria irmã da vítima, que chegou a ser ferida no caso, confirma que foi ele o autor do crime", relata.

Nas investigações, Bonach afirma ter identificado o motivo do feminicídio. "Ele se relacionou com a Natacha por quase quatro anos, tem um filho de cinco meses com ela. Ele não aceitou o fim do relacionamento, que ocorreu há pouco tempo", acredita. Nas buscas na casa de Ricardo, a PCDF encontrou munição e acessórios de arma de fogo.

Relembre o caso


Natacha Cristina Rocha dos Santos, 22 anos, deixa um filho de cinco meses. Ricardo é pai da criança.(foto: Arquivo pessoal)
Natacha Cristina Rocha dos Santos, 22 anos, deixa um filho de cinco meses. Ricardo é pai da criança. (foto: Arquivo pessoal)
Após festa de Natal, Natacha e sua irmã chegavam em casa, por volta de 3h da madrugada de terça-feira (25/12), no Setor Norte da Cidade Estrutural, quando foram surpreendidas por Ricardo. “Ele estava louco, atrás de drogas. Tinha uma arma caseira e a faca. De repente, atacou primeiro a irmã. Só que Natacha tentou intervir. Nesse momento, Ricardo deu uma facada no coração dela. Depois de fazer isso, entrou no carro e saiu desesperado”, contou uma parente das vítimas, que não quis se identificar.

Meia hora após assassinato, Ricardo se declara à vítima.(foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Meia hora após assassinato, Ricardo se declara à vítima. (foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Meia hora após o crime, Ricardo postou nas redes sociais uma foto com a ex-namorada, declarando-se: "com ela a minha vida muda te amo princesa (sic)". 

Um casal que passava de carro na proximidade do prédio escutou os pedidos de socorro e colocaram as vítimas no carro à procura de um hospital. Em uma primeira parada, levou as mulheres ao Hospital Regional do Guará, mas a falta de um cirurgião impossibilitou o atendimento. 

Ainda no Guará, o casal encontrou o grupamento do Corpo de Bombeiros e solicitou o socorro. Natacha chegou a ser atendida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no quartel. A irmã foi internada em uma unidade de saúde em estado estável.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade