Publicidade

Correio Braziliense

Estudantes planejam ato na Rodoviária contra restrição do Passe Livre

Movimento está sendo organizado pelas redes sociais e já tem cerca de 5 mil interessados


postado em 26/01/2019 10:27 / atualizado em 26/01/2019 17:17

Protestos não são novidade: em 2016 estudantes se manifestaram contra o DFTrans em frente ao Palácio do Buriti (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Protestos não são novidade: em 2016 estudantes se manifestaram contra o DFTrans em frente ao Palácio do Buriti (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
 
Estudantes do Distrito Federal estão organizando um ato contra as últimas propostas de alterações no Passe Livre, divulgadas por Ibaneis Rocha. O governador manifestou, na última segunda-feira (21/1), a intenção de rever a forma de concessão do benefício, criando um sistema em que os alunos comprovam a real necessidade da gratuidade de passagens no transporte público.

O ato está marcado para quarta-feira (30), às 17h, na Rodoviária do Plano Piloto. Segundo a organização do evento, as mudanças comentadas podem trazer prejuízos aos estudantes. "Sabemos muito bem o que isso significa na prática: milhares de estudantes tendo que enfrentar ainda mais dificuldades para poder usufruir de seu direito básico de ir e vir", comentaram os responsáveis pela página Estudantes Sem Catraca.

Uma das principais reclamações de quem utiliza o benefício é justamente a burocracia enfrentada para liberação dos passes. É recorrente, por exemplo, que os cartões dos usuários apresentem bloqueios nos períodos de começo de ano e semestre letivos, provocando grandes filas nos postos do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans)

Para evitar o problema neste ano, o órgão aumentou o número de balcões de atendimento na Galeria dos Estados. Segundo o DFTrans, antes 14 guichês eram destinados às demandas dos alunos, mas, a partir de segunda-feira (28/1), serão 35. Sobre as mudanças no sistema comentadas pelo governador, o GDF ainda realiza estudos para definir como e quando elas serão feitas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade