Publicidade

Correio Braziliense

Parte da Ponte JK é interditada após placa de dilatação se soltar

PM precisou interditar uma faixa da Ponte JK no sentido para o Lago Sul e trânsito ficou engarrafado. Técnicos da Novacap foram enviados ao local


postado em 03/09/2019 16:44 / atualizado em 03/09/2019 20:46

Ponte JK é interditada após constatação de fissura no asfalto(foto: Divulgação Corpo de Bombeiros)
Ponte JK é interditada após constatação de fissura no asfalto (foto: Divulgação Corpo de Bombeiros)
A Ponte Juscelino Kubitschek foi parcialmente interditada na tarde desta terça-feira (3/9), após uma das placas de dilatação se soltar. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar enviaram homens ao local e decidiram pela interdição de uma das pistas no sentido da Asa Sul para o Lago Sul.

Até a última atualização desta matéria, o engarrafamento no acesso à ponte era grande e motoristas estavam sendo aconselhados a buscar rotas alternativas. O mapa de velocidade do Waze mostrava, às 17h45, que a fila de carros chegava à Avenida das Nações, deixando o tráfego lento nos dois sentidos na L4 Norte.



 

Peça solta deixou exposta uma fissura na Ponte JK e parte da pista sentido Lago Sul foi interditada(foto: Rayssa Brito/CB/D.A Press)
Peça solta deixou exposta uma fissura na Ponte JK e parte da pista sentido Lago Sul foi interditada (foto: Rayssa Brito/CB/D.A Press)
A placa de ferro que se soltou faz a junção entre trechos de asfalto para acomodar a dilatação natural da estrutura. O problema foi percebido por alguns motoristas, que ligaram para o número 190, da Polícia Militar. A corporação, então, acionou a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). O Corpo de Bombeiros também se deslocou ao endereço.

Segundo a Novacap, a placa se soltou devido à vibração provocada pelo tráfego de veículos. Uma nova será confeccionada para o reparo emergencial, e a previsão é que a instalação seja feita nesta quarta-feira

Caos em agosto passado 

Não é a primeira vez que placas como esta se soltam na Ponte JK. Há pouco mais de um ano, em 22 de agosto, aconteceu a mesma coisa. A placa que cobre as juntas de dilatação da estrutura saiu e umaa pista também teve que ser interditada.

Na ocasião, os condutores que seguiam para o Lago Sul, condomínios Jardim Botânico e São Sebastião relataram que o impacto no trânsito foi imenso, causando um coplapso no trânsito da região, afetando também as outras pontes de acesso ao Lago Sul e Estada Parque Dom Bosco (EPDB).  

 

Estagiária sob a supervisão de Adriana Bernardes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade