Publicidade

Correio Braziliense

Após latrocínios, motoristas de aplicativo protestam por mais segurança

Manifestantes se reuniram na 2ª DP e seguiram até o Aeroporto de Brasília


postado em 23/01/2020 21:18 / atualizado em 23/01/2020 21:20

Motoristas reivindicaram o detalhamento do cadastro dos passageiros(foto: Arquivo Pessoal)
Motoristas reivindicaram o detalhamento do cadastro dos passageiros (foto: Arquivo Pessoal)
Motoristas de aplicativos de transporte fizeram um protesto por mais segurança no trabalho, na tarde desta quinta-feira (23/1). A manifestação foi motivada pelos latrocínios de Maurício Cuquejo Sodré, 29 anos, e de Aldenys da Silva, 29. Os manifestantes partiram da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) rumo ao Aeroporto de Brasília.

A principal reivindicação da categoria é o detalhamento do cadastro dos passageiros. "Nós, motoristas, precisamos provar que somos nós mesmos que estamos dirigindo. A Uber e a 99 pedem que nós façamos uma selfie, um reconhecimento facial, para que possamos ficar on-line no app. Queremos que o mesmo aconteça com o usuário, porque isso desincentiva um bandido a pegar uma corrida”, afirma o organizador do movimento, Scooby Ube.
 
Filogonio Carvalho, 46 anos, que é motorista de aplicativo, mas trabalha como representante comercial, critica a opção de pagamento em dinheiro. "Depois que colocaram o dinheiro, ficamos expostos. Qualquer um pode pedir. O cartão oferece uma segurança maior, porque há dados mais específicos da pessoa. Dificilmente uma pessoa lúcida, que está pensando em cometer um crime, vai solicitar uma viagem com pagamento no cartão, pois isso deixaria rastros”, diz.

"Muitas pessoas que querem fazer mal simplesmente abrem uma conta, solicitam e cancelam o cadastro. Assim, não fica indícios. Quando isso ocorre, eu aceito a corrida se for durante o dia, mas não pela noite”, acrescenta Filogonio. 
 
*Estagiários sob supervisão de Fernando Jordão 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade