Publicidade

Correio Braziliense

Morre menino de 4 anos, 3ª vítima de incêndio em Samambaia

O fogo atingiu a residência da família. Além de Adryan Pereira, o padrasto e a irmã da criança, 2 anos, morreram após serem atingidos pelas chamas


postado em 26/02/2020 10:21 / atualizado em 26/02/2020 10:33

O incêndio atingiu a residência da família nesse domingo (23/2)(foto: CBMDF/Divulgação)
O incêndio atingiu a residência da família nesse domingo (23/2) (foto: CBMDF/Divulgação)
Mais uma vítima do incêndio que atingiu uma residência de Samambaia Norte perdeu a vida. Na manhã desta quarta-feira (6/2), Adryan Pereira, 4 anos, teve a morte confirmada pela equipe médica do Hospital de Base do Distrito Federal. O padrasto dele, Daniel Pereira, e a irmã, Kyara Pereira, 2 anos, também morreram. 
 
Ao Correio, Ivete Maria da Silva, 50 anos, avó de três filhos de Romaria Pereira, contou que a notícia chegou pela manhã. "Ligaram do hospital para Romaria às 6h com a notícia, disse. Segundo ela, os irmãos de Adrian também estão muito abalados. "O meu neto mais velho era grudado nele. Está arrasado", lamenta. 

Romaria Pereira é mãe de sete filhos. Destes, três são netos de Ivete: Rony, 8, Gustavo, 11 e Rickelmy, 12. Dois estavam com Ivete no momento do acidente e outro com a madrinha. "Quando recebemos a notícia estávamos em uma fazenda, em Ponte Alta. Voltamos desesperados", conta. 
 
De acordo com informações da Polícia Civil, a mãe das crianças, Romaria Pereira da Silva, 31 anos, e o padrasto foram à uma padaria e, quando voltaram, viram a casa em chamas. A tragédia foi na noite de domingo (23/2).  A mulher ficou do lado de fora e Daniel pulou o portão na tentativa de resgatar os filhos. Ele teve 95% do corpo queimado e Adryan 70%. 
 
Após o incêndio, os investigadores da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte) estiveram na residência e periciram o lugar para apontar as prováveis causas do fogo. As chamas atingiram a sala, cozinha e dois quartos.  

Velórios

A irmã de Adryan, Kyara, já estava sem vida quando os vizinhos conseguiram apagar as chamas. Ela foi velada nessa terça-feira (25/2), no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga. O sepultamento estava marcado para 17h30, entretanto, houve atraso na liberação do corpo e a cerimônia fúnebre aconteceu com atraso de duas horas. 
 
O velório de Daniel, padrasto das vítimas, está marcado para às 15h desta quarta (26/2), na unidade do Campo da Esperança da Asa Sul. Ainda não há informações sobre o sepultamento de Adryan.  
 
 
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade