Cidades

Governo afirma que não há circulação do coronavírus no DF

Em coletiva de imprensa, GDF afirmou que não há falta de insumos e que, em breve, exames de contraprova serão feitos aqui

Mariana Machado
postado em 11/03/2020 14:31
Infectologista explica que coronavírus não circula no DF Após a confirmação do segundo caso de paciente infectado com o novo coronavírus no Distrito Federal, além das 59 suspeitas, até terça-feira (10/3), o Governo do Distrito Federal convocou para a manhã desta quarta-feira (11/3), uma coletiva de imprensa para falar das medidas adotadas. O infectologista da Secretaria de Saúde Eduardo Hage, garantiu: ;Não há evidência de circulação viral no DF.;
A mulher de 52 anos, primeira confirmação, segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e, na terça-feira, apresentou piora no estado de saúde. Ela está com síndrome respiratória aguda severa, com agravamento do quadro respiratório. O esposo dela não apresenta sintomas e está em isolamento domiciliar por 14 dias, período padrão estipulado pelo Ministério da Saúde.
No caso dele, o isolamento precisou ser determinado pela Justiça, uma vez que ele se recusava a obedecer o protocolo do ministério. O acompanhamento pelos profissionais tem sido feito à distância.
Eduardo Hage disse ainda que todas as pessoas que tiveram contato com o casal estão sendo monitoradas. ;Até o momento não temos casos suspeitos relacionados.; No entanto, a Secretaria de Saúde ainda não identificou os passageiros que estavam no mesmo voo, e aguardam a lista que deverá ser enviada pela Anvisa.

Isolamento

Casos suspeitos de Covid-19 são encaminhados para o 7; andar do HRAN. Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram pacientes nas instalações dividindo andar com pessoas diagnosticadas com outras patologias e ainda funcionários sem os devidos equipamentos de proteção individual (EPI).
O secretário adjunto de assistência à saúde, Ricardo Tavares, garantiu que a mulher com coronavírus está devidamente isolada na UTI e que não há nenhum paciente com o vírus no pavimento. Além disso, apenas parte do andar está destinado àqueles com suspeita da doença. ;A gente não pode partir pro pânico e bloquear um hospital do tamanho do Hran se só tem dois pacientes com coronavírus.;
Segundo ele, não há falta de insumos para lidar com os casos suspeitos e os servidores estão devidamente equipados, usando capotes, gorros, luvas, máscaras e demais itens que se façam necessários.

Exame

Atualmente, os exames de contraprova, quando já há um primeiro teste positivo do Covid-19 são encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Mas, em breve, poderão ser feitos em Brasília, no Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen), como afirmou o secretário de saúde, Osnei Okumoto.
Para que isso seja necessário, no entanto, a secretaria aguarda a chegada de insumos enviados pelo Ministério da Saúde, previstos para esta quarta-feira. Apesar de ser a confirmação final, um primeiro resultado afirmativo para a doença já é suficiente para a internação.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação