Cidades

Covid-19: Hospital de campanha na Papuda passa por fase de planejamento

O espaço contará com 10 leitos com suporte de ventilação mecânica e 30 leitos de retaguarda para internação. A ação é uma parceria entre a Secretaria de Saúde e a Subsecretaria do Sistema Penitenciário

Sarah Peres
postado em 11/04/2020 16:35
papudaA instalação de um hospital de campanha no Complexo Penitenciário da Papuda passa pela fase de planejamento e avaliação. O local será usado para atender os detentos contaminados pelo novo coronavírus no sistema carcerário. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) na tarde deste sábado (11/4). A ação também conta com parceria da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), pasta ligada à Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF).
O espaço de atendimento médico aos presos contará com 10 leitos com suporte de ventilação mecânica e 30 leitos de retaguarda para internação. Atualmente, a Papuda contém apenas um local de quarentena para que os internos diagnosticados sejam isolados do restante da população carcerária. A decisão de montar um hospital de campanha ocorreu na última quinta-feira (9), quando houve a confirmação do primeiro detento com a doença.
De acordo com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), 19 agentes e 14 detentos estão com a Covid-19. Contudo, a SSP-Df confirma apenas a contaminação de 14 policiais penitenciários e seis presos e informou que os demais casos ainda passarão por exames laboratorias da SES-DF para confirmar ou descartar o diagnóstico.
De acordo com secretário Anderson Torres, da SSP-DF, o hospital será impotante para observar o quadro clínico dos detentos doentes. Atualmente, nenhum é considerado grave. "A instalação, com a maior brevidade possível, de um hospital de campanha, dentro da área do Complexo da Papuda, nos permitirá dar apoio ainda mais apropriado àqueles que porventura tenha seu quadro clínico degradado", assegurou Anderson Torres, secretário de Segurança Pública do DF.
Segundo informações da SES-DF, o hospital reforçará a estrutura de quarentena existente no presídio. A decisão da montagem do espaço ocorreu durante uma reunião online, também na quinta-feira (9), para discutir medidas para prevenção do novo coronavírus no sistema carcerário. Participaram do encontro a Secretaria de Saúde, a SSP-DF e Sesipe, o MPDFT, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e a Polícia Civil (PCDF).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação