Cidades

Em três dias, DF cai para o 4º lugar na taxa de isolamento social no país

Apesar de ter saído da liderança do ranking, o índice subiu na capital de 56,47% para 62,5%

Walder Galvão
postado em 12/04/2020 12:43

Brasilienses precisaram quebrar o isolamento social nos últimos dias para buscarem gás de cozinha, que está em falta no DFO Distrito Federal caiu para o 4; lugar na taxa das unidades da Federação que mais cumprem o isolamento social, segundo pesquisa de uma empresa de softwares. O índice da capital chega a 62,5%. O Piauí (63,9%) está em primeiro lugar, seguido por Rio Grande do Sul (62,8%) e Amapá (62,7%).


Na quinta-feira (9/4), a capital do país liderava o ranking dos estados que mais respeitam o isolamento. A queda para o 4; lugar ocorreu após a taxa da capital apresentar aumento durante o período, passando de 56,47% para 62,5%.


Os dados foram fornecidos pelo site In Loco, empresa do setor de segurança da informação e anti-fraude, que os disponibilizou aos órgãos públicos e autoridades para contribuir no combate à disseminação do coronavírus.


O software da In Loco é integrado a aplicativos parceiros para fins de segurança, autenticação e contagem de visitas a estabelecimentos. A única informação coletada dos dispositivos móveis é a sua localidade, segundo a empresa.

Quase 600 casos

Dados da Secretaria de Saúde, divulgados nesse sábado (11/4), mostram que o DF chegou a 592 casos confirmados de coronavírus. Ao todo, 14 pessoas morreram por causa da doença na capital.


O último óbito ocorreu na quinta-feira (9/4). Entretanto, só foi divulgado na sexta-feira (10/4), pelo Ministério da Saúde. Trata-se de uma mulher de 76 anos, que morava no Jardim Botânico e estava internada em decorrência da infecção desde 19 de março no Hospital Brasília.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação