Cidades

Covid-19: 13 funcionários do HUB testam positivo para a doença

O Distrito Federal tem 373 profissionais da saúde infectados pela covid-19. Ao todo, são 3.861 casos confirmados e 54 mortes na capital

Walder Galvão
postado em 15/05/2020 20:08
Ao todo, o HUB tem 17 casos confirmados da covid-19O Hospital Universitário de Brasília (HUB) teve 13 colaboradores infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. Ao todo, o HUB tem 17 casos confirmados. Desses, três estão internados, quatro tiveram alta, nove estão em isolamento domiciliar e um morreu. Além disso, ainda há outros 17 registros em investigação: dez são de funcionários da unidade de saúde. Até o momento, 146 notificações foram descartadas no hospital.
Relatório da Secretaria de Saúde mostra que o DF tem 373 profissionais da saúde infectados pela covid-19. Nesta sexta-feira (15/5), a unidade de terapia intensiva do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) precisou ser desocupada após 10 servidores testarem positivo para a doença. São quatro técnicos de enfermagem, quatro fisioterapeuta, um médico e um enfermeiro diagnosticados.
Nesta sexta, a UTI do HRC passou a funcionar no espaço da clínica médica. Os leitos ficarão interditados por 15 dias para passar por desinfecção. Os seis pacientes que estavam em tratamento foram realocados. As medidas para transferência começaram na quarta-feira (13/5). Duas pessoas que precisavam de leitos de UTI com suporte dialítico foram removidas para os hospitais de Samambaia e de Santa Maria.
no total. Com 243 casos confirmados, Ceilândia é a terceira região administrativa com mais registros da doença. Em primeiro lugar, está o Plano Piloto, com 416 registros. Em seguida, está Águas Claras, que coma 257 diagnósticos.

Mortes

Nesta sexta, a Secretaria de Saúde registrou mais quatro mortes provocadas pelo novo coronavírus. As vítimas são três moradores de Ceilândia e um de Planaltina. Além dos óbitos, a capital tem 208 pessoas hospitalizadas devido à doença. Dessas, 122 estão em enfermarias e 86, em UTI.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação