Cidades

Covid-19: assinado contrato que prevê hospedagem de servidores em hotéis

Cerimônia oficial no Palácio do Buriti lançou o Programa Acolher, da Secretaria de Turismo, que garante hospedagem em hotéis para profissionais da saúde e da segurança que testarem positivo para covid-19 e morem com pessoas do grupo de risco

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 21/05/2020 17:10
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Seleção de hotéis para receber servidores da Segurança ainda está em andamentoEm cerimônia na manhã desta quinta-feira (21/5), o Governo do Distrito Federal lançou o Programa Acolher, da Secretaria de Turismo. O foco da iniciativa é oferecer hospedagem em hotéis da cidade aos profissionais vinculados à Secretaria de Estado de Saúde - que teve o processo concluído - e à Segurança Pública, cuja seleção ainda está em andamento.

Na ocasião, ocorreu a assinatura do contrato de prestação de serviço aos servidores da Secretaria de Saúde. A contratação direta do hotel foi realizada por meio de dispensa de licitação, fundamentada na Lei n; 13.979/2020, e o resultado da seleção, publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) na segunda-feira (18/5).

A holding Phenicia, empresa vencedora do certame, teve a documentação analisada pela equipe da pasta e atendeu a todos os critérios estabelecidos no projeto básico. Ela engloba os hotéis Grand Bittar e América Bittar. ;Os profissionais da saúde trabalham incansavelmente e são os nossos verdadeiros heróis. Se todos se envolverem e se ajudarem, nosso país vai enfrentar melhor esse desafio;, afirmou Ricardo Bittar, sócio-administrador da rede, durante o lançamento do projeto.

Serão disponibilizados apartamentos individuais, com café da manhã, almoço e jantar àqueles envolvidos no atendimento presencial dos pacientes suspeitos ou diagnosticados com a covid-19 que residem com pessoas do grupo de risco e precisam ser afastados de suas casas temporariamente. 4

;Esta é mais uma ação nossa para proteger esses verdadeiros heróis que são os profissionais de saúde e seus familiares. Muitos deles temiam voltar para casa depois de um dia de trabalho e o objetivo é oferecer toda a segurança para que eles tenham tranquilidade para trabalhar", disse o governador Ibaneis Rocha.
Já a secretária de de Turismo, Vanessa Mendonça, reforçou que a iniciativa vai permitir que as pessoas que estão na linha de frente possam descansar e sem expor os familiares. "Dessa maneira, centenas de profissionais que estão na linha de frente da pandemia poderão sair de um dia de trabalho exigente para um lugar com conforto e cuidado;, concluiu.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a seleção dos trabalhadores foi feita por meio de uma plataforma administrada pela pasta e contemplará, na primeira etapa, os profissionais lotados no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), mas poderá ser expandido para outras unidades de saúde.

Cuidados com a limpeza

Os hotéis que participarem do progrema precisarão adotar um protocolo para receber os hóspedes. Além de desinfetar todas as superfícies de contato frequentemente, especialmente maçanetas, corrimões, balcões, botões de elevadores, os quartos receberão um cuidado extra. Eles deverão ser higienizados utilizando as etapas de limpeza e desinfecção.
A varredura e a espanação seca são contraindicadas em qualquer área, pois espalham poeira e micro-organismos no ambiente. Deve-se utilizar a varredura molhada, com panos e esfregões. Quanto à desinfecção, serão utilizados os mesmos produtos químicos usados para a desinfecção hospitalar.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação