Cidades

Programa Acolher: definidos hotéis que vão receber servidores da segurança

Além dos servidores da saúde, agentes penitenciários também poderão ficar em hotéis do programa

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 27/05/2020 13:38
 (foto:  Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Os servidores poderão se hospedar no Like U Hotel e no Kubitschek PlazaDepois de atender os servidores da saúde, o Programa Acolher amplia a atuação e passa a incluir profissionais do Sistema Penitenciário do DF. Coordenada pela Secretaria de Turismo (Setur-DF), a ação visa reduzir as chances de transmissão do novo coronavírus para os familiares, tendo em vista que essas profissões estão em exposição constante nos ambientes de trabalho. O anúncio foi publicado nesta quarta-feira (27/5) no Diário Oficial do DF (DODF).

Os servidores poderão se hospedar em apartamentos individuais no Like U Hotel e no Kubitschek Plaza com café da manhã, almoço e jantar. Além disso, eles terão mais tempo para descansar, pois conseguirão acessar com mais facilidade os locais onde trabalham, dada a localização privilegiada dos hotéis.

[SAIBAMAIS]As vagas são destinadas aos profissionais lotados nos estabelecimentos penitenciários, que residem com pessoas do grupo de risco da covid-19 e estejam envolvidos no atendimento presencial aos internos suspeitos ou diagnosticados com o vírus. A partir da hospedagem, diminui a possibilidade de que esses profissionais sejam foco de transmissão junto a familiares e garante um melhor atendimento no serviço carcerário do DF.

Os hotéis atenderam aos critérios e às exigências estabelecidos no projeto básico elaborado pelo Governo do Distrito Federal (GDF), de acordo com a análise feita pela Setur
, além de ser a proposta mais vantajosa para o poder público. O contrato terá vigência de 30 dias a partir da assinatura, podendo ser prorrogado diante das necessidades para o enfrentamento da situação de emergência em saúde pública. A medida é também uma forma do poder Executivo local movimentar o setor hoteleiro, um dos atingidos pela crise do novo coronavírus.

Para garantir a segurança dos trabalhadores, o hotel deverá seguir um protocolo de prevenção e de limpeza dos ambientes. Os locais de uso coletivo, como salas de televisão/cinema, jogos, piscina ou sauna devem permanecer fechados. O estabelecimento também deverá limpar e desinfetar todas as superfícies de contato frequentemente, especialmente maçanetas, corrimões, balcões, botões de elevadores, etc.

Casos confirmados

O Sistema Penitenciário é um dos principais focos de contaminação do vírus no DF
. Desde o início da pandemia, 677 diagnósticos positivos foram registrados, seja de agentes, seja de apenados, de acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde (SES-DF), nesta terça. Até esta segunda (25/5), dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) mostram que 81 agentes estão infectados pelo covid-19 e 141 se recuperaram.

Profissionais de saúde

Os profissionais de saúde vinculados à SES
e inscritos no Programa Acolher começaram a chegar aos hotéis da holding Phenicia na sexta-feira (22/5). Até 250 profissionais podem ser beneficiados com a iniciativa.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação