Cidades

Volta do Eixão do Lazer tem movimento intenso e gente sem máscara

Aós mais de dois meses fechado para o público por conta do coronavírus, Eixão do Lazer voltou a funcionar nesta quinta-feira (11/6) para caminhadas e veículos não motorizados

Sarah Peres, Darcianne Diogo
postado em 11/06/2020 12:25
No primeiro dia da reabertura das atividades no Eixão do Lazer, alguns moradores não respeitaram o uso obrigatório de máscarasMais de dois meses após a suspensão do Eixão do Lazer, o Governo do Distrito Federal (GDF) liberou o retorno das atividades na avenida. A reabertura do projeto de atividades recreativas e esportivas ao ar livre ocorreu nesta quinta-feira (11/6), feriado de Corpus Christi. Já neste primeiro dia, o Correio flagrou movimento intenso na via, pessoas sem máscaras ou utilizando o equipamento de proteção de forma indevida.

A proibição do funcionamento do Eixão do Lazer ocorreu em abril deste ano, poucos dias após o primeiro diagnóstico positivo para o novo coronavírus no DF, em 4 de março. A medida visou prevenir a disseminação da doença por meio do isolamento social. No entanto, mesmo com o crescimento dos casos de covid-19 (19.433 mil) e a obrigatoriedade do uso de máscaras, tinha quem não respeitasse a norma ; o descumprimento pode gerar multa de R$ 2 mil para pessoa física e R$ 4 mil para estabelecimentos. E tão importante como usar é saber higienizar o equipamento de proteção individual.

Este foi o caso de uma enfermeira de 29 anos. A profissional da saúde decidiu praticar atividades físicas no Eixão do Lazer, mas não utilizava a máscara durante a caminhada. ;Por se um espaço aberto, pensei que não teria problema em ficar sem. Mas trouxe o equipamento de proteção na bolsa;, afirmou a moradora da Asa Norte. Após conversar com a reportagem, ela colocou a máscara no rosto.

Além do descumprimento o uso de máscara, havia movimento intenso de moradores no local. As situações geraram temor em algumas pessoas, como a design Sueli Reis, 42. Acostumada a se exercitar no Eixão do Lazer, ela decidiu ir para a avenida, sozinha nesta quinta-feira (11), mas não ficou feliz com as irregularidades.

;É preciso tomar as devidas medidas para prevenir a disseminação do vírus, contudo, nem todos respeitam essas normas. Por isso, decidi fazer uma caminhada rápida, de 30 minutos, e voltar para a casa. Para tentar me proteger, mantenho a distância das pessoas e utilizo a máscara de proteção. Não devemos esquecer que há a possibilidade de contágio;, afirma a moradora da Asa Norte.

Fiscalização e conscientização

Equipes da Secretaria de Esporte e Lazer do DF distribuíram, tanto no Eixão do Lazer quanto na W3 Sul, mais de 2 mil máscaras, segundo informou a secretária Celina Leão. Para domingo, a previsão é entregar 10 mil máscaras à população que frequentar esses locais. ;As pessoas obedeceram as normas impostas. Aqueles que estavam sem máscara eram minoria, sempre tem exceção. Nossos servidores mediram o distanciamento social e menos de 5% das pessoas eram grupo de seis;, explicou.
Mais de 20 servidores da Secretaria de Esporte e Lazer, de Mobilidade, do Departamento de Trânsito (Detran), da Polícia Militar, do Sistema de Limpeza Urbana (SLU) do DF Legal, entre outros, participaram da fiscalização nessas áreas.
[VIDEO1]
[VIDEO2]

Conhecer para prevenir

A maior arma na prevenção da covid-19 é o conhecimento. Saber o que é a doença, os sintomas, como ela é transmitida, ajudam você a tomar a melhor decisão para proteger sua família. Para ajudar nessa batalha, o Correio produziu o especial Tudo o que você precisa saber sobre coronavírus. Um guia com perguntas e respostas sobre a covid-19. As dúvidas foram respondidas por especialistas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação