Cidades

Tenente que fazia segurança de Ibaneis morre por coronavírus

Por meio de nota oficial, o Governo do Distrito Federal (GDF) lamentou a morte do militar

Walder Galvão
postado em 22/06/2020 15:40
Balanço mais recente da Secretaria de Saúde mostra que a capital tem 33.282 infectados e 394 vítimas da covid-19O Distrito Federal registrou mais uma morte provocada pelo novo coronavírus. A vítima é o tenente Auro Gonçalves Caixeta, que integrava a equipe segurança pessoal do governador, Ibaneis Rocha (MDB). Balanço mais recente da Secretaria de Saúde mostra que a capital tem 33.282 infectados e 394 vítimas da covid-19.
Por meio de nota oficial, o Governo do Distrito Federal (GDF) lamentou a morte do tenente. De acordo com o texto, o militar foi vítima da covid-19 e estava internado desde 26 de maio. ;O tenente Auro trabalhou na Casa Militar por aproximadamente sete anos e será lembrado pela competência, companheirismo e principalmente por sua lealdade;, destacou o Executivo.
Ainda segundo o texto, Ibaneis ;lamentou a morte do colaborador e expressou solidariedade aos familiares e amigos neste momento de dor;.
A Polícia Militar também lamentou a morte do profissional. Por meio de nota oficial, a corporação informou que ele faleceu na madrugada desta segunda-feura (22/6) e que ele estava lotado na Casa Militar do GDF.

Equipe

Outras pessoas que compõe a equipe do emedebista também foram diagnosticada com a doença. Em 14 de junho, o vice-governador do DF, Paco Britto (Avante), testou positivo para a covid-19. Ele apresentou dores de cabeça e precisou ser internado em um hospital particular da Asa Sul.
Em 22 de maio, um vigilante terceirizado que trabalhava na residência oficial do governador, em Águas Claras, faleceu devido ao novo coronavírus. A vítima, Regional Almeida, de 52 anos, falaeceu em uma unidade hospitalar de Ceilândia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação