Cidades

VÍDEO: "É cedo para estimar um prazo", diz coordenador do teste de vacina

Gustavo Romero afirma que a equipe do estudo está trabalhando para chegar aos resultados o mais rápido possível. Porém, ainda não é possível dizer quando estabelecer uma data

Samara Schwingel
postado em 05/08/2020 15:33
Gustavo Romero apresenta a vacina CoronaVac e avisa que ainda não há data para fim dos testesA Universidade de Brasília (UnB) e o Hospital Universitário de Brasília (HUB) iniciaram, nesta quarta-feira (5/8), os testes da vacina chinesa contra a covid-19. A primeira dose da CoronaVac foi aplicada em Gabriel Ravazzi, 31 anos, médico do HUB. De acordo com Gustavo Romero, responsável por coordenar o projeto, é um passo importante, mas ainda é cedo para estabelecer uma data final para o estudo.

Romero explica que a equipe de pesquisadores está trabalhando para chegar aos resultados o mais rápido possível. "Estamos nos organizando e trabalhando intensamente para vacinar os 850 participantes em, no máximo, oito semanas. Depois dessa etapa, começa o período de acompanhamento para verificar os efeitos da vacina", explica o coordenador do projeto.

Segundo ele, é prematuro fazer previsões sobre a disponibilidade da vacina para a população. Isso depende, também, de outras etapas que não estão na alçada do HUB e da UnB. "É cedo para estimar um prazo de quando o produto ficará pronto." Confira o vídeo em que Romero fala sobre o primeiro dia de teste:
[VIDEO1]

Voluntários

[SAIBAMAIS]Nesta quarta-feira (5/8), além de Gabriel, outros quatro voluntários devem receber a primeira dose da vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac Biotech. No total, cerca de 850 pessoas irão participar do estudo. Para ser voluntário, é preciso cumprir certos requisitos como ser profissional de saúde que não teve a doença e atua no atendimento a pacientes infectados pelo novo coronavírus. Além disso, é preciso ter mais de 18 anos e não ter nenhuma doença prévia.

Na próxima semana, o HUB irá liberar informações para que todos os profissionais de saúde do DF que cumpram os requisitos possam se candidatar a voluntários. Por meio de um pré-cadastramento, a equipe da pesquisa poderá entrar em contato com essas pessoas e verificar se elas têm condições de participar do estudo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação