Publicidade

Correio Braziliense

Damares Alves se diz constrangida e deixa loja após ser questionada

Episódio ocorre um dia depois de frase polêmica da ministra, sobre cores para meninos e meninas, viralizar na internet


postado em 04/01/2019 11:05 / atualizado em 04/01/2019 12:34

Após frase polêmica sobre o uso das cores azul e rosa, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, se sentiu incomodada em uma loja de shopping na área central de Brasília. 

 

Um vídeo postado nas redes sociais mostra a ministra deixando o estabelecimento e dizendo que um rapaz que filma a cena a deixou constrangida. O homem então, responde: "Constrangida? Você quem constrangeu, amor". Em seguida, o autor do vídeo se identifica, dizendo se chamar Thiego Amorim. É possível ver que uma pessoa que acompanha Damares também filma a cena.

 

O vídeo foi postado pelo próprio Thiego em sua conta no Instagram, no recurso Stories, que deixa o conteúdo disponível por no máximo 24 horas. Em sua conta no Instagram, Thiego tem várias fotos na loja e mensagens sugerem que ele seja funcionário no estabelecimento.

 

Apoio e críticas 

Em pouco tempo, o vídeo passou a circular nas redes sociais, e Thiego recebeu muitas mensagens sobre o caso. Alguns o criticaram o vendedor pela atitude, enquanto outros exaltavam o momento. A apresentadora global Fernanda Lima enviou o desenho de um coração a uma foto do rapaz, mostrando apoio.

 

No vídeo seguinte, postado em sua conta da rede social, Thiego agradeceu ao apoio e disse que "a gente não deve se calar não. A gente, negro, gay, favelado. Seja o que for. Não podemos nos calar nunca", afirmou.

Nesta sexta-feira, a polêmica e memes sobre a frase de Damares continuam nas redes sociais, mas a ministra ganhou alguns apoios, como o do escritor e autor de novelas Aguinaldo Silva.

  

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade