Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro e repórter discutem durante entrevista coletiva nos EUA

Presidente está nos Estados Unidos para receber um prêmio de personalidade do ano


postado em 16/05/2019 16:29 / atualizado em 16/05/2019 16:29

(foto: Marcos Corrêa/PR)
(foto: Marcos Corrêa/PR)
O presidente Jair Bolsonaro discutiu com uma repórter brasileira nos Estados Unidos, nesta quinta-feira (16/5), ao ser questionado pela jornalista sobre o contingenciamento nos orçamentos das universidades federais

 

 

 

"Presidente o senhor falou que não tem nenhuma universidade brasileira entre as 250 melhores do mundo. É cortando verba da educação que alguma universidade vai chegar?", perguntou a jornalista da Folha de S.Paulo.

 

Bolsonaro, logo em seguida, disse que não há recursos e frisou que não era um corte e, sim, um contingenciamento. Também pediu para um especialista em orçamento que o acompanhava para explicar a diferença entre os termos. Posteriomente, indagou de qual veículo ela pertencia e afirmou: "Vocês da Folha têm que entrar de novo numa faculdade que presta e fazer um bom jornalismo. E não contratar qualquer uma ou qualquer um pra ser jornalista. Pra ficar semeando discórdia e perguntando besteira".

 

Depois, o presidente pediu para que a profissional continuasse a pergunta e frisou que o "contingenciamento" é necessário em todas as áreas. 

 

 

 

Manifestações pelo Brasil  

 

Os protestos contra as medidas do governo federal para a educação ocorreram várias cidades do Brasil na quarta-feira. Em Brasília, cerca de 6 mil estudantes, professores e servidores técnicos administrativos de universidades e institutos federais, segundo a Polícia Militar, estiveram na Esplanada dos Ministérios para reivindicar mais recursos. 

 

Na Câmara, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi convocado pelos parlamentares para explicar as medidas tomadas nos orçamentos das universidades. Weintraub destacou que o contingênciamento de 3,5% "está sendo realizado por culpa das gestões anteriores".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade