Publicidade

Correio Braziliense

Após passar por exames e ser medicado, ministro Marcos Pontes recebe alta

Marcos Pontes havia dado entrada no Hospital das Forças Armadas no início da manhã após passar mal na madrugada


postado em 12/09/2019 15:24 / atualizado em 12/09/2019 15:32

Devido ao problema de saúde, o ministro não pode comparecer à Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados(foto: Edy Amaro/Esp. CB/D.A Press)
Devido ao problema de saúde, o ministro não pode comparecer à Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados (foto: Edy Amaro/Esp. CB/D.A Press)
Após passar por um período de observação e exames, o ministro da Ciência e da Tecnologia, Marcos Pontes, recebeu alta no início da tarde desta quinta-feira (12/9). Ele deu entrada no Hospital das Forças Armadas no início da manhã após passar mal na madrugada.


De acordo com o boletim médico assinado pelo brigadeiro médico Marcos Vieira Maia, Pontes deu entrada na urgência por apresentar sintomas de tontura, dificuldade andar, náuseas, vômitos e suor. Ainda de acordo com o registro, após ser submetido a exames e medicação, o ministro recebeu alta, mas com recomendação de repouso absoluto por pelo menos nas próximas 48 horas.

Devido ao problema de saúde, o ministro não pode comparecer à Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados. Pontes era aguardado para explicar a exoneração do diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) Ricardo Galvão.

Pontes é o segundo ministro do governo que vai parar no hospital nas últimas duas semanas. Em 27 de agosto, o  ministro de Meio Ambiente, Ricardo Salles, 44, também foi internado no HFA. O motivo da internação, segundo o boletim médico, foi um mal estar.

Nota do HFA

O sr. ministro foi admitido às 7h45 para um atendimento de urgência neste hospital, apresentando tonturas, dificuldade de deambulação, náusea, vômitos e sudorese. Tal quadro iniciou-se há uma semana, tendo se agudizado na madrugada desta quinta-feira.

Foi submetido à avaliação pela clínica médica e otorrinolaringologia, efetuado exames completamentares clínicos e laboratoriais, além de medicação sintomática. Após período de observação, recebeu alta hospitalar na tarde de hoje, com recomendação de repouso absoluto pelo período mínimo de 48 horas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade