Pandemia

Com mais 874 mortes, Brasil passa de 130 mil casos fatais de covid-19

A taxa de transmissão do vírus no país ainda é considerada sem controle. Com uma taxa de mortalidade de 3%, o Brasil vê que a maioria dos seus estados já somam mais de mil mortes cada

Bruna Lima
Maria Eduarda Cardim
postado em 11/09/2020 19:30 / atualizado em 11/09/2020 19:58
 (crédito: CHANDAN KHANNA / AFP)
(crédito: CHANDAN KHANNA / AFP)

Seis meses após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar a pandemia do novo coronavírus, o Brasil, assim como outros países, se vê distante de um controle do vírus Sars-Cov-2. Nesta sexta-feira (11/9), o país confirmou mais 43.718 novas infecções e 874 óbitos pela covid-19. Consolidado como um dos países mais afetados pela covid-19, o Brasil já acumula 4.282.164 casos e 130.396 mortes.

Nesta semana epidemiológica, apenas em um dia foi registrado um acréscimo superior a mil mortes, fazendo com que a média móvel dos últimos sete dias seja a menor desde meados de maio, quando a pandemia começava a se expandir pelo país. Segundo cálculo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), com os números atuais, o índice está em 699 óbitos por dia. A média móvel de casos também caiu para 27.195 registros diários.

No entanto, a taxa de transmissão do vírus no país ainda é considerada sem controle. Com uma taxa de mortalidade de 3%, o Brasil vê que a maioria dos seus estados já somam mais de mil mortes cada. Atualmente, 23 estados já atingiram a marca de mil mortes cada.

O Mato Grosso do Sul foi o último a atingir este patamar. O estado, que soma 1.035 óbitos, ocupa o 23º lugar do ranking dos estados que mais perderam vidas para a doença até o momento. Abaixo de Mato Grosso do Sul estão apenas quatro estados, que são os únicos com menos de mil mortes cada. São eles: Tocantins (784), Amapá (677), Acre (636), Roraima (609).

No topo da tabela, São Paulo e Rio de Janeiro são as únicas unidades federativas com mais de 10 mil mortes. O estado paulista lidera o ranking negativo de mortes provocadas pela covid-19, com 32.338 vidas perdidas pelo novo coronavírus; no Rio são 16.883 vítimas.

Em seguida estão: Ceará (8.666), Pernambuco (7.817), Pará (6.299), Minas Gerais (6.114), Bahia (5.866), Rio Grande do Sul (3.997), Amazonas (3.883), Paraná (3.781), Goiás (3.717), Maranhão (3.560), Espírito Santo (3.332), Mato Grosso (3.044), Distrito Federal (2.867), Paraíba (2.604), Santa Catarina (2.497), Rio Grande do Norte (2.308), Alagoas (1.965), Piauí (1.947), Sergipe (1.939), e Rondônia (1.231).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação