Vacinação contra covid-19

Doria é vacinado por Mônica Calazans, 1ª vacinada contra covid no país

Aos 63 anos, governador de São Paulo tomou a primeira dose da CoronaVac, imunizante contra o novo coronavírus produzido no Brasil pelo Instituto Butantan

Maria Eduarda Cardim
postado em 07/05/2021 17:50 / atualizado em 07/05/2021 18:04
 (crédito: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação)
(crédito: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação)

O governador do estado de São Paulo, João Doria, tomou a primeira dose da CoronaVac, vacina contra a covid-19 produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, nesta sexta-feira (7/5). O imunizante foi aplicado pela enfermeira Mônica Calazans, primeira pessoa vacinada contra covid-19 no Brasil. Mônica também recebeu a CoronaVac, em 17 de janeiro.

Doria possui 63 anos e, por isso, pôde ser vacinado, já que entra no grupo prioritário da campanha de vacinação contra a doença. A primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, também se vacinou ao lado do marido.

O gestor celebrou a conquista em um vídeo postado nas redes sociais. "Tomei a vacina. E sabe quem me aplicou a vacina da vida, do Butantan, a CoronaVac? Mônica Calazans. Eu pedi e ela veio", disse ao lado da enfermeira. 

O governador ainda aproveita para ironizar o apelido de "calça apertada" dado a ele pelo presidente da República Jair Bolsonaro e por apoiadores bolsonaristas. "Estou muito feliz e, olha, tomei a vacina no braço com a calça apertada", disse rindo.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE