Vacinas

Farmacêuticas chamam de "inadmissível" as ameaças a servidores da Anvisa

Nota de Repúdio assinada por 16 empresas e entidades farmacêuticas defendeu a credibilidade e seriedade da agência, principalmente no combate à pandemia

Tainá Andrade
postado em 17/12/2021 20:31
A nota lembra que a Anvisa sempre se norteou pela ciência, classificou como
A nota lembra que a Anvisa sempre se norteou pela ciência, classificou como "inquestionável" a atuação da agência -

Em defesa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), grupo de empresas farmacêuticas divulgou, nesta sexta-feira (17/12), uma nota de repúdio às ameaças que servidores do órgão vem sofrendo. Consideram “inadmissível” a atitude e parabenizam diretores e técnicos.

A nota lembra que a Anvisa sempre se norteou pela ciência, classificou como “inquestionável” a atuação da agência diante da pandemia ocasionada pelo Covid-19. Além disso, mostraram preocupação com a credibilidade do órgão junto à população.

“As ameaças infundadas à Agência e ao preparado corpo técnico, colocam em risco todos os esforços pela celeridade e credibilidade dos processos de avaliação de vacinas e medicamentos que a Agência tem realizado com irretocável lisura e ética”, escreveram as empresas.

“Desde sua criação, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem pautado sua atuação pela clareza de análises técnicas, pela responsabilidade de decisões e por seu compromisso inabalável com a saúde dos brasileiros. A ciência tem sido o norte da Anvisa, razão que a colocou em pouco tempo no topo da lista das melhores e mais respeitadas agências sanitárias do mundo”, defenderam.

Assinaram a nota de repúdio as marcas Abifisa, Abifina, Abimip, Abiquifi, Abrasp, Alanac, Iniciativafis, Grupo Farmabrasil, Interfarma, PróGenéricos, SBAM, Sindicis, Sindifargo, Sindusfarq, Sinfar-RJ e Sindusfarma.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE