ACIDENTE

Bombeiros retornam neste domingo buscas por desparecidos em Capitólio

Um paredão de cânion se desprendeu no Lago de Furnas em Capitólio; três pessoas ainda estão desaparecidas

Thays Martins
postado em 09/01/2022 08:02 / atualizado em 09/01/2022 09:03
 (crédito: Handout / Minas Gerais Fire Department / AFP)
(crédito: Handout / Minas Gerais Fire Department / AFP)

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais retornou na manhã deste domingo (9/1) as buscas pelos desaparecidos após a queda de uma paredão de cânion em Capitólio, Minas Gerais. Três pessoas ainda não foram localizadas. As operações foram suspensas durante a noite devido a falta de visibilidade e condições climáticas e retornadas por volta das 5h de hoje.

Até o momento, os bombeiros confirmaram sete mortes. Os corpos delas foram encaminhados para IML de Passos. Outras 27 pessoas já foram atendidas em unidades de saúde e liberadas. Outras quatro ainda estão internadas, duas na Santa Casa de Piumhi, com fraturas expostas, e duas na Santa Casa de Passos. 

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros informou que 20 pessoas ainda estavam desaparecidas, mas 17 foram localizadas. Elas estavam sem contato e procuraram os hospitais por conta própria.

O acidente aconteceu por volta das 12h deste sábado (8/1) no Lago de Furnas, região turística de Capitólio. Duas embarcações foram atingidas diretamente pelas pedras. Todos os mortos e os desaparecidos estavam em uma delas, de nome Jesus.

Imagens mostram o momento que a pedra se desprende e acerta as lanchas.

A Marinha do Brasil informou que abriu um inquérito para apurar as causas do acidente. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE