recorde de casos

Média brasileira de covid-19 sobe mais de 700% em comparação há duas semanas

Registro acontece no mesmo dia em que o mundo bate recorde de 3,2 milhões de casos em 24 horas. No Brasil, foram 70.65 casos confirmados entre domingo (09/01) e segunda-feira (10/01)

Taísa Medeiros
postado em 11/01/2022 20:38
O país, que já perdeu 620.238 vidas para a doença, registrou, ainda, a média de casos de 43.660 novos infectados ao dia, a maior desde julho de 2021 -  (crédito: Paulo Pinto/Fotos Publicas)
O país, que já perdeu 620.238 vidas para a doença, registrou, ainda, a média de casos de 43.660 novos infectados ao dia, a maior desde julho de 2021 - (crédito: Paulo Pinto/Fotos Publicas)

Um recorde mundial ocorreu nas últimas 24 horas. Pela primeira vez, desde o início da pandemia, o número de novos casos de covid-19 registrados no intervalo de um dia chegou a 3,2 milhões de casos no planeta. Nesse período, foram registrados mais 1,4 milhão de casos nos Estados Unidos, 292,3 mil na Espanha, 168 mil na Índia, 143,8 mil no Reino Unido e 117,4 mil na Itália.

No Brasil, as últimas 24 horas registraram 70.765 casos confirmados da doença, o maior número desde 18 de setembro do ano passado, quando foram notificados 150.106 infectados.

O país, que já perdeu 620.238 vidas para a doença, registrou, ainda, a média de casos de 43.660 novos infectados ao dia, a maior desde julho de 2021. Este aumento representa uma subida de 767% em comparação há duas semanas. Os dados são do mais recente balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

A média de casos no mundo esta semana chegou ao nível mais alto desde o início da pandemia: 2,53 milhões, quase o dobro do registrado no início do ano. Em 1º de janeiro, a média móvel de casos registrados estava em 1,38 milhão.

As informações estão na atualização desta terça-feira (11/01) do banco de dados Our World in Data, mantido por uma equipe de pesquisa associada à Universidade de Oxford.

Vacinas

No mundo, segundo o banco de dados, a soma de pessoas plenamente vacinadas chegou a 3,9 bilhões, ou 59,2% da população do globo. Aqueles indivíduos que receberam ao menos uma dose totalizam 4,6 bilhões. Em 24 horas, foram aplicados 35,2 milhões de doses.

No Brasil, nestas mesmas 24 horas, o país chegou a marca de 30.328.376 pessoas que receberam a dose de reforço.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE