Minas Gerais

Criança autista fica 12 dias fechada dentro de casa com a mãe morta

Menino autista, de 6 anos, foi encontrado na cozinha de um imóvel em São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste de Minas Gerais. Corpo da mãe estava há dias no quarto

Luciene Garcia - Especial para o EM
postado em 18/05/2022 20:37 / atualizado em 18/05/2022 20:37
Em São Sebastião do Paraíso, caso do filho autista com mãe morta dentro de casa chocou a população -  (crédito: João Roberto Nogueira)
Em São Sebastião do Paraíso, caso do filho autista com mãe morta dentro de casa chocou a população - (crédito: João Roberto Nogueira)

Uma mulher foi encontrada morta em uma casa no bairro Jardim Itamarati, em São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste de Minas. O caso comoveu a população local, já que o filho dela, de apenas 6 anos, autista, teria ficado no imóvel ao lado do corpo da mãe por cerca de 12 dias.

Na segunda-feira (16/5) à noite, o funileiro Elias Souza foi até a casa da irmã Ana Paula, 39 anos, porque ela não havia entrado em contato com os seus familiares há dias.

Elias gritou no portão várias vezes, mas, como tudo estava trancado, resolveu estourar o cadeado e arrombar a porta da sala.

Dentro da casa, o homem sentiu um cheiro muito forte, foi até o quarto de Ana Paula e encontrou o corpo dela em avançado estado de decomposição.

Na cozinha estava o filho da mulher, de 6 anos, autista, que não conseguiu se expressar para informar o que aconteceu.

A Polícia Militar de São Sebastião do Paraíso foi acionada para registrar um Boletim de Ocorrência.

Inicialmente, a suspeita era de que Ana Paula teria cometido suicídio e teria deixado comida pronta, biscoitos e suco, para que o filho comesse.

A hipótese foi afastada com o exame realizado pelo IML (Instituto Médico Legal), que constatou morte por infarto do miocárdio.

Conforme o laudo do IML, a morte pode ter ocorrido há mais de 12 dias em razão do estado em que o corpo foi encontrado. Nesse intervalo, o garotinho se alimentou do que havia na mesa.

O corpo de Ana Paula foi liberado nesta quarta-feira (18/5) para velório e sepultamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE