Segurança Pública

Homem é preso com 452 cartões bancários em São Paulo

Suspeito estava próximo ao Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte da capital paulista, e foi preso em flagrante

O suspeito já tinha antecedentes criminais, de acordo com a Polícia Civil -  (crédito: Secretaria de Segurança Pública de São Paulo/Reprodução)
O suspeito já tinha antecedentes criminais, de acordo com a Polícia Civil - (crédito: Secretaria de Segurança Pública de São Paulo/Reprodução)
postado em 11/02/2024 14:57 / atualizado em 11/02/2024 15:01

Um homem de 38 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil de São Paulo com 452 cartões bancários, na noite de sábado (10/2). Ele estava próximo ao Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte da capital paulista, e tentou fugir quando percebeu a presença dos oficiais.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-SP), o homem foi avistado pelos policiais por volta das 23h, junto a um colega. Os dois correram para dentro da multidão quando perceberam a ação da polícia, mas um deles foi abordado pelos policiais. Ele carregava uma bolsa com 452 cartões bancários e uma máquina de cartões.

Um dos cartões apreendidos com o suspeito tinha sido roubado em junho do ano passado, segundo boletim de ocorrência, e outro em setembro.

O homem teve prisão em flagrante decretada e foi indiciado por receptação, crime que qualifica o ato de adquirir, receber, transportar ou ocultar objetos que se sabe serem produtos de crime. Ele tem antecedentes criminais, segundo a Polícia Civil.

Ao todo, sete pessoas foram presas em São Paulo durante os blocos de carnaval do sábado (10/2). Até o início da noite, os agentes conseguiram recuperar 55 aparelhos celulares furtados.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação