Entorno

Bebê se engasga com leite materno e é salvo por videochamada com bombeiros; veja

Bebê de apenas 21 dias havia se engasgado com o leite materno em Luziânia. Viatura dos bombeiros foi enviada ao local, mas atendimento por videochamada já havia salvado a criança

Tainá Seixas
postado em 24/09/2020 19:15 / atualizado em 24/09/2020 19:22
 (crédito: CBMGO/Divulgação)
(crédito: CBMGO/Divulgação)

Uma bebê de 21 dias foi salva de engasgamento por meio de videochamada pelos bombeiros de Luziânia nesta quarta-feira (24/9). A criança, Larissa de Araújo, havia se engasgado com leite materno, que obstruiu as vias respiratórias e impediu a respiração. Os pais ligaram, então, para o Corpo de Bombeiros e receberam orientações primeiramente por telefone e, logo em seguida, por meio de videochamada.

Assista ao atendimento:

"Não havia tempo hábil para enviar viatura até o local. Para o atendimento, seria necessário que fosse feito via telefone. A mãe foi orientada para que fizessem a massagem para desobstrução das vias aéreas da criança e, à medida em que a gente ia constatando que a criança reagia e expelia as secreções, a gente orientou a mãe para que fizéssemos uma videochamada", explica o Cabo Léo Saraiva, que atendeu à ocorrência.

Uma viatura da corporação foi enviada até a casa da família para que a criança fosse examinada fisicamente, mas ela já passava bem e não precisou ser encaminhada ao hospital. O pai, Leslie Araújo, 33 anos, conta que se desesperou ao constatar que a filha não conseguia respirar.

"Não temos palavras para descrever o desespero; não desejo a nenhum pai de família passar por uma situação dessas. Nós sentimos muita gratidão pelos bombeiros porque a gente queria muito a nossa filha", afirma o comerciante.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação