Saúde

HUB retomará cirurgias eletivas em outubro, após 7 meses de suspensão

Retomada faz parte de reorganização de serviços do hospital durante a pandemia. Além de cirurgias, exames diagnósticos eletivos também voltarão a ser feitos

Correio Braziliense
postado em 24/09/2020 20:57 / atualizado em 25/09/2020 00:15
 (crédito: Mariana Costa/Secom UnB)
(crédito: Mariana Costa/Secom UnB)

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) retomará cirurgias eletivas não-oncológicas em outubro. Serviços estavam suspensos desde março devido à pandemia de coronavírus no Distrito Federal.

De acordo com documento divulgado nesta quarta-feira (23/9), a instituição afirma que elaborou um plano de retomada de forma segura, "considerando que a pandemia tem se prolongado, sem uma previsão de término".

Para isso, foram elaboradas quatro etapas diferentes para voltar às atividades suspensas e reorganizar serviços de atendimento gradualmente.

Cronograma

Durante outubro e novembro, serão retomadas as cirurgias eletivas não-oncológicas reguladas e não reguladas, bem como exames diagnósticos não-eletivos.

Os serviços de atendimento à covid-19, as unidades de terapia intensiva (UTI), unidades de pronto-socorro (UPS) e clínica cirúrgica, setor de transplantes, clínica geral, cuidados da criança e do adolescente serão reorganizados de acordo com a nova realidade.

Entre dezembro e janeiro, as mudanças serão na unidade materno-infantil. Neste período, a previsão é de que haja o retorno total das cirurgias eletivas não-oncológicas, bem como a retomada parcial dos serviços de saúde bucal e início do funcionamento da enfermaria de saúde mental.

A partir de fevereiro de 2021, o objetivo é a volta de todos os serviços assistenciais e retorno pleno da atividade de ensino, pesquisa e extensão da Universidade de Brasília.

Cuidados na retomada

Visando manter a segurança, o HUB reforçará a orientação sobre o uso obrigatório de máscaras por todos no hospital. O número de profissionais em atendimento será reduzido, sempre que possível, e os funcionários continuarão sendo monitorados quanto à saúde. Colaboradores vulneráveis da área assistencial permanecerão em trabalho remoto. As visitas a pacientes continuam suspensas, com exceção da UTI Neonatal, que permite a entrada exclusiva de pais.

Secretaria de Saúde

As cirurgias eletivas na rede pública de saúde do Distrito Federal devem ser retomadas na próxima semana. A Secretaria de Saúde havia prorrogado a suspensão das cirurgias eletivas, novamente, até 28 de setembro. Os procedimentos estão suspensos desde 29 de junho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação