Crime

Jovem assassinado ao sair de cachoeira seria efetivado como garçom

Amauri Rodrigues de Souza, 23 anos, assassinado nesta segunda-feira (28/9) durante assalto perto de cachoeira, fazia estágio no Coco Bambu havia cerca de dois anos e queria se tornar chef

Darcianne Diogo
postado em 29/09/2020 21:17 / atualizado em 29/09/2020 21:20
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Apaixonado pela gastronomia, Amauri Rodrigues de Souza, 23 anos, morto nesta segunda-feira (28/9), quando saía da Cachoeira das Três Quedas, próximo ao Gama, seria efetivado como garçom no restaurante Coco Bambu, onde atuava como estagiário havia cerca de dois anos.

Em nota de pesar, o Coco Bambu lamentou o ocorrido. “Recebemos com muita surpresa e tristeza essa notícia. Um jovem com um futuro promissor.” No documento, o restaurante afirma que o jovem estava finalizando o programa de Jovem Aprendiz e seria efetivado como funcionário “para seguir carreira devido seu desempenho, perfil e potencial”. Por fim, o Coco Bambu escreveu: “Realmente lamentável! Prestamos nosso apoio e solidariedade à família diretamente e também através da seguradora”.

Amauri foi vítima de latrocínio na segunda-feira. Ontem, o jovem estava de folga do trabalho e decidiu, na companhia da namorada, de 20 anos, ir até a Cachoeira das Três Quedas. Ao sair do local, o casal foi surpreendido por um homem, que anunciou o assalto e pediu o celular e a bicicleta da vítima. O suspeito estava armado com uma espingarda e efetuou um disparo contra o jovem.

O rapaz chegou a ser socorrido e encaminhado à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Recanto das Emas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Em entrevista ao Correio, o irmão mais velho de Amauri, Douglas Rodrigues, 29, lamentou. “Ele era uma pessoa honesta, doce e gentil. Não tinha maldade.”

Sonhos

Amauri Rodrigues tinha uma rotina árdua e, descobriu na gastronomia, uma paixão, tanto que pretendia se tornar chef de cozinha. Pela manhã, ele fazia curso na área da informática na Escola Técnica de Taguatinga (ETB). No período da tarde, o jovem se dedicava ao estágio de garçom no Coco Bambu no shopping DF Plaza e, à noite, fazia um curso de garçom no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

A vítima morava com os pais no Recanto das Emas e, além de Felipe, tinha uma irmã de 19 anos. A namorada de Amauri está em estado de choque. O sepultamento do jovem será nesta quarta-feira (30/9), às 11h, no Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação