Primeiro domingo com cruzamento liberado na W3 Sul tem movimento tranquilo

Motoristas devem ficar atentos, pois os semáforos entre as quadras 506/706 e 507/707 estão em funcionamento. Agentes de trânsito orientam usuários sobre as mudanças

Washington Luiz
postado em 25/10/2020 13:12
Mudança pretende dar mais mobilidade ao trânsito e facilitar o acesso às quadras 100 e 300. -  (crédito: Divulgação/Detran-DF)
Mudança pretende dar mais mobilidade ao trânsito e facilitar o acesso às quadras 100 e 300. - (crédito: Divulgação/Detran-DF)

Depois de reclamações de comerciantes e moradores, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) liberou, neste domingo (25/10), o cruzamento entre as quadras 506/706 e 507/707 da W3 Sul para veículos. Desde que o projeto Viva W3 começou, em junho, o trânsito permanecia totalmente fechado no trecho aos domingos e feriados, das 6h às 17h. A abertura do cruzamento para não alterou o movimento nesse ponto da avenida.

Durante a manhã, o fluxo de veículos era pequeno entre as quadras 506/706 e 507/707. Ciclistas e pedestres aproveitaram o início do dia sem chuva para passear e se divertir na avenida.

“A abertura da W3 não inviabiliza o comércio. Acredito que é possível conciliar. Torço para que o projeto continue. Virou uma coisa simbólica, até pelo momento em que ele foi criado, durante a pandemia. É uma energia agradável poder sair de casa e desfrutar da avenida”, comentou a funcionária pública Keila Tavares, 49, que fazia uma caminhada pelo local com o marido.

Motoristas devem ficar atentos, pois os semáforos estão em funcionamento. Agentes de trânsito estão na região e orientam pedestres, ciclistas e condutores de veículos sobre as mudanças. Além disso, uma tenda do Detran foi montada logo após a Biblioteca Demonstrativa. No local, há distribuição de máscaras e os usuários recebem orientações sobre os cuidados necessários para transitar em segurança pela via.

Com a mudança no trecho, o governo espera minimizar as críticas de comerciantes, que alegam queda no número de vendas com o fechamento da via. A intenção, segundo o GDF, é “dar mais mobilidade ao trânsito por facilitar o acesso às quadras 100 e 300”.

Em meio à polêmica, o governador O governador Ibaneis Rocha (MDB) chegou a dizer que o governo faria uma pesquisa para tomar uma decisão. Na última quinta-feira, integrantes do Executivo local reuniram-se com representantes do setor produtivo e discutiram a questão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação