TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

Grávida baleada pelo companheiro aguarda transferência para outro hospital

Lorrane de Oliveira, 24 anos, segue em estado gravíssimo e está internada no Hospital Regional de Sobradinho. Segundo a Secretaria de Saúde, ela deve ser transferida a outro hospital nas próximas horas

Darcianne Diogo
postado em 12/11/2020 16:25 / atualizado em 12/11/2020 19:00
Grávida de três meses foi baleada na cabeça pelo companheiro, nesta quarta-feira (12/11) em Sobradinho -  (crédito: Reprodução/redes sociais)
Grávida de três meses foi baleada na cabeça pelo companheiro, nesta quarta-feira (12/11) em Sobradinho - (crédito: Reprodução/redes sociais)

A grávida de 3 meses baleada na cabeça pelo companheiro, nesta quarta-feira (11/11), será transferida, nas próximas horas, do Hospital Regional de Sobradinho (HRS) para outro hospital da rede pública do DF, segundo informou a Secretaria de Saúde. O estado de saúde de Lorrane de Oliveira, 24 anos, permanece gravíssimo.

A tentativa de feminicídio ocorreu na residência do casal, no bairro Nova Colina, em Sobradinho, segundo revelaram as investigações conduzidas pela 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho). Até a manhã desta quinta-feira (12/11), a jovem esperava a liberação de uma vaga na unidade de terapia intensiva (UTI), mas de acordo com a Secretaria de Saúde, ela conseguiu um leito no Hospital da Região Leste (Paranoá) ainda nesta manhã.

De acordo com a pasta, nas próximas horas ela deve ser transferida novamente a outra unidade de saúde do DF e que aguarda o transporte para a remoção. Questionado pela reportagem sobre o motivo da transferência e para qual hospital Lorrane ficará, o órgão não respondeu.

Caso

Lorrane está grávida de três meses do atual companheiro, com quem manteve relação por seis anos. O casal tem um filho de 2 anos. Segundo as investigações, o crime aconteceu em um quarto da residência onde o casal morava, em uma chácara no bairro Nova Colina, em Sobradinho. A bala atingiu a jovem na região cervical. Familiares ouviram o disparo e encontraram a vítima desfalecida, com muito sangue jorrando. Eles prestaram socorro, inclusive com ajuda do agressor, e conseguiram levá-la ao Hospital Regional de Sobradinho, onde a jovem deu entrada em estado grave.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação