Coronavírus

Covid-19: DF encerra o ano com mais de 251,7 mil casos e 4,2 mil mortes

Governo cancelou queima de fogos para evitar aglomerações na Esplanada dos Ministérios

Jéssica Moura
postado em 31/12/2020 17:45
 (crédito: Edílson Rodrigues/CB/D.A Press)
(crédito: Edílson Rodrigues/CB/D.A Press)

O ano de 2020 termina nesta quinta-feira (31/12), mas a pandemia do novo coronavírus, que persiste há quase dez meses, segue em avanço. A secretaria de Saúde publicou o último boletim epidemiológico do ano: nas últimas 24 horas, 566 novas infecções pela covid-19 foram registradas. Com isso, a capital chega em 2021 com o acumulado de 251.701 casos da doença.

O documento ainda informa que 11 mortes foram contabilizadas entre a quarta (30/12) e a quinta. Dessas, três ocorreram no dia anterior. O total representa um aumento de 36% na comparação com os valores registrados na quarta-feira, quando sete óbitos foram confirmados.

Nos últimos dias, a taxa de reprodução do vírus no DF tem sido constante: 0,79. Como o índice é inferior a 1, isso indica que a pandemia está arrefecendo. Se fosse superior a 1, então, estaria em avanço.

Contudo, diante da grande quantidade de novos casos da doença na capital federal, o governo decidiu cancelar a queima de fogos que estava programada para o Réveillon deste ano, horas antes da festa. A medida pretende evitar aglomerações na Esplanada dos Ministérios na hora da virada. Ao invés dos fogos, os brasilienses poderão comemorar com a decoração luminosa instalada pelo Eixo Monumental.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE