Ano Novo

Réveillon 2021: Confira como foi a comemoração

Sem queima de fogos, brasilienses celebraram virada com decoração de luzes do projeto Brasília Iluminada

Jéssica Moura
postado em 01/01/2021 00:09
 (crédito: CB/DA Press/ Ed Alves)
(crédito: CB/DA Press/ Ed Alves)

Em meios às restrições para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, as comemorações pela chegada de 2021 foram bem diferentes dos anos anteriores. As tradicionais festas tanto na Esplanada dos Ministérios quanto na Praça dos Orixás foram canceladas pelo governo local para evitar aglomerações. Além disso, ainda durante a tarde desta quinta-feira (31/12), a queima de fogos também foi cancelada.

Ao invés dos shows em grandes palcos, que costumavam reunir milhares de pessoas na Esplanada, houve concertos da Orquestra de Cavaquinho Projeto Waldir Azevedo e da Orquestra popular Marafreboi na Praça do Cruzeiro, em que quadrantes instalados na grama demarcam o distanciamento social em meio ao público.

Ainda assim, os brasilienses deram um jeito de celebrar a virada, com a expectativa de dias melhores. Desde o início de dezembro, o projeto Brasília Iluminada oferece um espetáculo de luzes aos moradores e visitantes em pontos turísticos do Eixo Monumental, como na Torre de TV e no gramado entre a Rodoviária e o Congresso. Ali, vários grupos se reuniram durante a madrugada para esperar a chegada do ano novo.

Houve também quem preferiu passar a virada em bares e restaurantes, que tiveram o toque de recolher às 23h, suspenso na véspera dos feriados de fim de ano. Com isso, o funcionamento dos estabelecimentos pode ultrapassar esse horário. Ao longo da madrugada, os agentes do DF Legal vão fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias pelo comércio e também desmantelar festas clandestinas.

A despedida do ano também ocorreu na Catedral Metropolitana de Brasília. A última missa do ano foi celebrada às 20h, celebrada pelo arcebispo da arquidiocese de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa.

Pandemia

No último dia do ano, o DF registrou 566 novas infecções pela covid-19 e encerrou 2020 com 251.701 casos da doença. Ao todo, 4.259 morreram no DF em decorrência da doença. Diante do avanço no número de novos contágios, a secretaria de Saúde anunciou nessa quarta um plano de mobilização de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento desses pacientes. A perspectiva é abrir 230 bagas nestas unidades. Na véspera do Ano-Novo, a taxa de ocupação dos leitos públicos era de 68,29%.

  • Alternativa em ano de pandemia foi aproveitar decoração do Brasília Iluminada
    Alternativa em ano de pandemia foi aproveitar decoração do Brasília Iluminada Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
  • Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo
    Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
  • Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo
    Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
  • Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo
    Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
  • Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo
    Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
  • Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo
    Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
  • Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo
    Brasília Iluminada foi opção para brasilienses curtirem o Ano-Novo Foto: CB/DA Press/ Ed Alves
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE