saúde

Teto da UTI do Hospital Materno Infantil de Brasília passa por impermeabilização

O reparo ocorre após vazamentos bloquearem leitos do hospital. De acordo com o governador em exercício, Paco Britto, a previsão é que a reforma seja entregue nesta terça-feira. O Hmib possui, atualmente, 25 leitos de UTI Neonatal.

Correio Braziliense
postado em 05/01/2021 09:20 / atualizado em 05/01/2021 09:20
 (crédito: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF)
(crédito: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF)

O telhado da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) começou a ser impermeabilizado pela Companhia Urbanizadora da Capital (Novacap). A obra ocorre após um vazamento que bloqueou cinco leitos da UTI. O governador em exercício do DF, Paco Britto, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, e o diretor administrativo da Novacap, Elzo Bertoldo, visitaram o local e ouviram os servidores.

O vazamento começou em dezembro, com o aumento das chuvas, e prejudicou dois leitos da UTIN. A direção decidiu bloquear cinco leitos e realocar três deles. Com isso, os pacientes desses três leitos foram transferidos para outra área do hospital sem qualquer prejuízo para a assistência.

Foi constatado um problema estrutural. Na última reforma, as telhas que deveriam ter sido colocadas sobrepostas, foram apenas encaixadas, ocasionando a infiltração. De acordo com Paco Britto, se o tempo permitir e não chover, a UTI Neonatal estará pronta nesta terça-feira.

O Projeto Básico para a solução do problema foi finalizado em 17 de dezembro pela Secretaria de Saúde e, no momento, a pasta colhe os orçamentos para contratar uma empresa qualificada que realizará a manutenção devida do local.

Atualmente, o Hmib dispõe de 40 leitos, sendo 25 de UTI neonatal, destinados a recém-nascidos que precisam de uma atenção especial. Alguns desses bebês ficam sob os cuidados dos profissionais de saúde por até quatro meses.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE