PANDEMIA

Seis pacientes com covid-19 transportados de Manaus chegam a Brasília

Com o aumento dos casos da doença e das internações na capital do Amazonas, hospitais da cidade ficaram sem oxigênio. O DF deve receber outros pacientes nos próximos dias

Renato Souza
postado em 14/01/2021 19:42 / atualizado em 14/01/2021 19:45
Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, recebeu cinco pacientes -  (crédito: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)
Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, recebeu cinco pacientes - (crédito: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)

O Distrito Federal começou a receber, nesta quinta-feira (14/1), pacientes que estavam hospitalizados em Manaus com necessidade de oxigênio. A capital do Amazonas enfrenta uma grave crise, com a explosão de infectados pela covid-19, e registra aumento nas taxas de internação e mortes. As unidades de saúde da metrópole, que tem mais de 2 milhões de habitantes, estão sem estoque de oxigênio.

O Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, recebeu cinco pacientes, em estado de saúde considerado moderado, e um militar da Força Aérea ficou internado no Hospital das Forças Armadas (HFA). Ele recebia suporte médico no Hospital de Aeronáutica de Manaus. Todos foram transportados em um avião militar, e o governo federal vai custear o tratamento. 

A previsão é de que mais pacientes sejam enviados a Brasília nos próximos dias, e a operação deve se estender até a próxima semana. Inicialmente, haverá transporte de 20 pessoas para o DF. Elas ficarão em leitos do Hospital Universitário de Brasília (HUB) e da rede particular, pois a rede pública do DF não tem capacidade para receber demandas de outras unidades da Federação.

Trinta pessoas já foram transferidas de Manaus para o Piauí. A capital amazonense registrou 2.221 pacientes internados; entre eles, pelo menos 900 devem ser transferidos.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE