HÉROI

Policial militar salva recém-nascido engasgado em Taguatinga

Pais do bebê, que são vizinhos do PM, chamaram o policial por volta das 23h30 desta quarta-feira (17/2). Bebê se engasgou com o leite, depois de mamar. Após primeiros-socorros, recém-nascido foi levado ao hospital

Correio Braziliense
postado em 18/02/2021 22:25 / atualizado em 18/02/2021 22:26
"Quando abri a porta, a mãe me entregou o bebê e disse: ‘salva ele’", conta Anderson. "Consegui manter a calma e fazer as manobras de salvamento até ele começar a chorar". - (crédito: PMDF/Divulgação)

O terceiro-sargento Anderson Araújo, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), salvou um bebê de 14 dias que se engasgou com o leite, depois de mamar. O salvamento ocorreu por volta das 23h30 desta quarta-feira (17/2), na CNB 14, em Taguatinga Norte.

De acordo com a polícia, os pais do recém-nascido ficaram assustados ao ver a criança roxa e sem conseguir respirar. Desesperados, pediram ajuda, em um primeiro momento, a um casal de idosos do apartamento em frente ao deles. Como não conseguiram restabelecer a respiração do bebê, correram para o apartamento do sargento Anderson.

Mesmo assustado com as batidas intensas na porta, o policial decidiu atendê-la. “Quando abri a porta, a mãe me entregou o bebê e disse: ‘salva ele’”, conta Anderson. “Consegui manter a calma e fazer as manobras de salvamento até ele começar a chorar”.

Segundo a PM, em 18 anos como policial militar, foi a primeira vez que o sargento fez esse tipo de salvamento. “Sempre tive receio de pegar recém-nascido porque é muito molinho”, revela.

O autônomo Erasmo de Sousa, de 34 anos, e a auxiliar de serviços gerais Célia Batista, de 35, pais da criança, ficaram aliviados depois do ato heroico do policial militar. “Foi desesperador ver meu filho sem reação”, diz Célia. “Mas o sargento manteve a calma e fez tudo direitinho”.

O casal mora no endereço há um ano e não conhecia o sargento Anderson. “Eu já tinha visto o policial uma vez no elevador, mas nunca conversamos”, acentua Erasmo.

Após os primeiros-socorros, o bebê foi levado para o hospital pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, segundo a polícia, passa bem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE