Pandemia

Ibaneis Rocha afirma que taxa de transmissão do coronavírus caiu para 1,12

Pelas redes sociais, governador anunciou ainda abertura de 100 novos leitos nos próximos dias

Correio Braziliense
postado em 13/03/2021 12:13 / atualizado em 13/03/2021 12:37

Na manhã deste sábado (13/3), o governador Ibaneis Rocha (MDB) usou as redes sociais para comemorar a redução na taxa de transmissão do coronavírus no Distrito Federal. Segundo o chefe do executivo, o índice, que estava em 1,38, passou a 1,12. Dessa forma, 100 pessoas infectadas pela covid-19 passam a doença a outras 112. Apesar da desaceleração, estar acima de 1 indica que a pandemia ainda está em expansão.

"Isso significa que as medidas que tomamos deram certo. Mesmo assim, ainda é muito alta! É preciso que mantenham o uso de máscara, álcool gel e o distanciamento", escreveu Ibaneis. O decreto que restringia as atividades comerciais editado em fevereiro pelo governador foi ampliado até 22 de março para conter a disseminação do vírus.

Além disso, este é o primeiro fim de semana com o toque de recolher das 22h às 5h em vigor. O DF Legal prometeu, nessa sexta-feira (12/3), reforçar a fiscalização de aglomerações e desrespeito às medidas sanitárias.

Ainda na mensagem, Ibaneis Rocha anunciou que vai abrir 100 novos leitos nos próximos dias, mas não precisou o prazo, para o tratamento de pacientes acometidos pela infecção. "Serão 80 leitos no Hospital de Santa Maria e outros 20 no Hospital de Base, esses inclusive com suporte dialítico", informou o governador.

Mais de 180 pacientes com suspeita ou confirmação da covid-19 esperam na fila por uma vaga em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). No começo de março, com o avanço dos casos e lotação das UTIs, a Secretaria de Saúde indicou a abertura de 221 leitos ao longo do mês. Até às 12h deste sábado, dos 326 leitos públicos, 298 estavam cheios e 14 estavam vagos, o que corresponde a uma ocupação de 95,51%.

Segundo o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), os leitos no Hospital de Base devem estar prontos na segunda-feira (15/3). A unidade já dispõe de 41 leitos para o tratamento desses pacientes, 20 deles, de UTI. Em Santa Maria, além dos 40 novos leitos que serão instalados, outros 40 do 5º andar serão direcionados a pacientes com covid. Para isso, os outros pacientes internados por outras causas serão transferidos para outros hospitais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE