Assalto

Último suspeito da morte de PM em São Sebastião é preso pela PCDF

O roubo seguido de morte ocorreu em janeiro deste ano. Outros três envolvidos já foram presos pelo crime.

Correio Braziliense
postado em 22/03/2021 15:06
O PM foi morto enquanto dava carona para duas colegas de trabalho -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
O PM foi morto enquanto dava carona para duas colegas de trabalho - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

Na manhã desta segunda-feira (22/3), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu o quarto e último envolvido na morte de um policial militar do DF. O latrocínio - roubo seguido de morte - que vitimou o PM ocorreu no dia 26 de janeiro em São Sebastião. A 30ª Delegacia de Polícia da PCDF investiga o caso.

O autor do crime tem 25 anos e estava escondido na casa de um familiar localizada na Reserva Indígena Tuxá, no Setor Noroeste. Segundo nota da PCDF, o Delegado-Chefe Adjunto da 30ª DP, Ulysses Fernandes, relatou que “o indivíduo preso é suspeito de ser o que aparece nas filmagens atirando contra a vítima, tendo o assalto contado com dois executores e outros dois dando cobertura em um carro de apoio”.

Com a prisão do último envolvido no crime, a PCDF encerra as investigações. O inquérito policial será encaminhado à Justiça nos próximos dias. Os autores podem ser condenados a uma pena que varia de 20 a 30 anos. “O crime foi gravíssimo. Hoje, demos mais um importante passo no combate à criminalidade violenta que desassossega os moradores do Distrito Federal”, destacou o delegado Ulysses Fernandes.

Crime

O policial militar da reserva Leonel Martins Saraiva, 55 anos, foi assassinado com um tiro nas costas durante um assalto ocorrido no Residencial Oeste, em São Sebastião. A vítima dava carona para duas colegas de trabalho quando foi abordado pelos assaltantes.

Os registros de imagens de câmeras de segurança flagraram a ação dos assaltantes. Na filmagem, Leonel aparece dentro do carro. O veículo estava estacionado e, poucos segundos depois, dois homens surgem caminhando pela rua. Eles abordaram o policial da reserva e o retiraram à força de dentro do carro. As duas colegas conseguiram sair do veículo às pressas.

Um dos assaltantes disparou o tiro em Leonel enquanto ele tentava correr. A vítima chegou a ser levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de São Sebastião, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Dois homens foram presos na noite em que o crime ocorreu. Eles foram identificados como Ailton Ferreira Antunes, 24, e Elias dos Santos Dias Reis, 27. Ambos negaram participação no crime. O terceiro suspeito foi preso por policiais militares em Planaltina de Goiás, em ação coordenada pela Polícia Militar do Distrito Federal e do Goiás e depois encaminhado para a DP. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE