Pandemia

Covid-19: Vacinação de professores deve começar pelas equipes gestoras

Em entrevista ao CB Poder desta quarta-feira (12/5), o secretário de Educação do DF, Leandro Cruz, afirmou que o plano de vacinação vai abranger os servidores da rede pública e particular

Samara Schwingel
postado em 12/05/2021 14:20
Secretário de Educação do DF, Leandro Cruz, foi o entrevista do CB Poder nesta quarta -  (crédito: Marcelo Ferreira/CB/DA Press)
Secretário de Educação do DF, Leandro Cruz, foi o entrevista do CB Poder nesta quarta - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/DA Press)

A vacinação contra a covid-19 de profissionais da educação do Distrito Federal deve começar atendendo os profissionais que compõem as equipes gestores das unidades escolares. O secretário da Educação Leandro Cruz afirmou ao programa CB Poder — parceria entre o Correio e a TV Brasília — que o plano deve incluir servidores da rede pública e particular. 

"Uma vida não vale mais que a outra, então achamos que temos que vacinar os servidores. Nosso objetivo é começar pelas equipes gestoras, que estão dentro das escolas, e depois ir para pré-escola, creche e ir subindo nas faixas etárias", disse o secretário ao jornalista Carlos Alexandre. 

Apesar da intenção, Leandro não falou em datas para a vacinação nem para a volta às aulas de forma presencial. "O que falta hoje é a vacina dos nossos profissionais. Não temos condições de falar em datas. Gostaria muito de falar que é amanhã", explicou. Ainda de acordo com o gestor da Educação, o Ministério da Saúde deve incluir os professores no Plano Nacional de Imunização (PNI) e, assim, começar a enviar doses destinadas a este grupo para o DF e os estados. Leandro estima que a categoria reúna cerca de 80 mil pessoas na capital federal. 

Reparos na educação 

O secretário também revelou ao CB Poder que está desenvolvendo um plano múltiplo para minimizar os danos causados à educação durante a pandemia de covid-19. Ele afirmou que pretende desenvolver um pré-vestibular para os alunos que vão prestar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

"Estamos desenvolvendo um planejamento que visa tratar todos os danos da pandemia. É múltiplo. Um pré-vestibular preparatório do Enem em que nosso objetivo como um quarto ano do ensino médio para trazer os egressos para tratar os danos causados pelo ano passado e também é uma forma de reforço para os estudantes que estão no 3º ano e vão enfrentar o Enem. Nenhum estudante nosso ficará para trás", completou. 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE