VIOLÊNCIA

Polícia divulga foto de acusado de matar pai e filhos em Ceilândia

Crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (9/6). Lázaro Barbosa de Souza teria cometido o triplo homicídio

Darcianne Diogo
postado em 09/06/2021 16:58 / atualizado em 09/06/2021 17:26
Polícia divulgou a foto de Lázaro Barbosa de Souza, que teria cometido triplo homicídio -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Polícia divulgou a foto de Lázaro Barbosa de Souza, que teria cometido triplo homicídio - (crédito: PCDF/Divulgação)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) divulgou a foto do suspeito de cometer um triplo homicídio em Ceilândia Norte. Lázaro Barbosa de Souza é acusado de matar o empresário Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, e os filhos dele, Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, e Gustavo Marques Vidal, 21. A mãe e esposa Cleonice Marques, 43, foi levada pelo criminoso.

Até a última atualização dessa reportagem, não há informações sobre a mãe.

Em 17 de maio, Lázaro cometeu um crime parecido em uma chácara ao lado à da família Vidal. Na ocasião, o acusado invadiu a residência, amarrou as vítimas e as ameaçou com revólver e faca. "Ele colocou todos pelados e chegou a obrigar uma das moças a fazer comida e a lhe servir", detalhou o delegado-chefe da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O), Raphael Seixas.

Pouco antes disso, em 26 de abril, Lázaro teria abordado uma mulher no meio da rua, cometido um roubo e estuprado a vítima. O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de homicídio, uma vez que nenhum pertence das vítimas foi levado pelo criminoso. Por volta das 2h20 da madrugada, Cleonice telefonou para o cunhado pedindo para que ele ligasse para a polícia, pois um homem estaria arrombando a porta. "A probabilidade maior é não trabalhar com latrocínio, pois todas as coisas estavam lá. Uma das possibilidades é que tenha havido reação por parte das vítimas, porque um dos filhos levou um tiro de arma de fogo. Mesmo agonizando, o esposo afirmou que a mulher havia sido levada pelo autor", frisou o delegado.

A autoria do crime ficou comprovada após peritos localizarem impressões digitais do criminoso na residência. No momento em que o cunhado recebeu a ligação de Cleonice, ele saiu às pressas até a residência e chegou em menos de 10 minutos. Quando chegou ao endereço, não encontrou a empresária e nem Lazáro. Os corpos do pai e dos filhos estavam no quarto.

Aguarde mais informações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE