CRIME

"Levaram minha mulher", disse marido de empresária sequestrada antes de morrer

Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, e os dois filhos, Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, e Gustavo Marques Vidal, 21, foram assassinados a facadas dentro de casa, em Ceilândia Norte. Antes de morrer, o empresário alertou o cunhado dizendo que a esposa havia sido levada pelo criminoso

Darcianne Diogo
postado em 09/06/2021 18:59 / atualizado em 09/06/2021 19:55
 (crédito: PCDF/Divulgação)
(crédito: PCDF/Divulgação)

Antes de ser sequestrada por Lázaro Barbosa de Souza, a empresária Cleonice Marques, 43 anos, ligou para o irmão pedindo socorro. O esposo dela, Cláudio Vidal de Oliveira, 48, e os dois filhos, Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, e Gustavo Marques Vidal, 21, foram assassinados pelo criminoso. O triplo homicídio ocorreu na madrugada desta quarta-feira (9/6) dentro da casa da família, em Ceilândia Norte. Minutos antes de morrer, o marido da vítima, mesmo ferido, alertou o cunhado: "Levaram minha mulher".

Por volta das 2h20 da madrugada, antes do sequestro, Cleonice telefonou para o irmão pedindo para que ele acionasse a polícia, pois um homem estaria arrombando a porta. Investigadores da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O) não trabalham com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), pois não ficou comprovado que Lázaro levou algum pertence do imóvel. "Uma das possibilidades é que tenha havido reação por parte das vítimas", frisou o delegado-chefe da unidade policial, Raphael Seixas.

A autoria do crime ficou comprovada, após peritos localizarem impressões digitais do criminoso na residência. No momento em que o irmão recebeu a ligação de Cleonice, ele saiu às pressas até a residência e chegou em menos de 10 minutos. Na casa, Cláudio, mesmo agonizando, afirmou que a mulher havia sido levada pelo criminoso. "Levaram a Cleonice", disse o marido. Cláudio morreu poucos segundos depois. Os dois filhos do casal também foram encontrados sem vida.

Ficha criminal

Em 17 de maio, Lázaro cometeu um crime parecido em uma chácara ao lado onde mora a família Vidal. Na ocasião, o acusado invadiu a residência, amarrou as vítimas e as ameaçou com revólver e faca. "Ele colocou todos pelados e chegou a obrigar as mulheres a fazer comida e a lhe servir", detalhou o delegado-chefe da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O), Raphael Seixas.

Pouco antes disso, em 26 de abril, Lázaro teria abordado uma mulher no meio da rua, a roubado e a estuprado. O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). Contra ele, há um mandado de prisão expedido pela Justiça da Bahia por homicídio qualificado e dois mandados condenatórios por roubo qualificado cometidos no DF.

  • Polícia investiga triplo homicídio
    Polícia investiga triplo homicídio Foto: Darcianne Diogo / D.A Press
  • Polícia divulga foto de acusado de matar pai e filhos em Ceilândia; mãe está desaparecida
    Polícia divulga foto de acusado de matar pai e filhos em Ceilândia; mãe está desaparecida Foto: PCDF/Divulgação
  • Polícia investiga triplo homicídio em Ceilândia
    Polícia investiga triplo homicídio em Ceilândia Foto: Darcianne Diogo/D.A Press
  • Delegado-chefe da unidade policial que investiga o caso, Raphael Seixas
    Delegado-chefe da unidade policial que investiga o caso, Raphael Seixas Foto: Darcianne Diogo/D.A Press
  • Polícia investiga triplo homicídio em Ceilândia
    Polícia investiga triplo homicídio em Ceilândia Foto: Darcianne Diogo/D.A Press
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE