Economia

Venda de carros seminovos tem crescimento de 368,3% no DF

Ao todo, foram comercializados 20.746 veículos no Distrito Federal, uma média de 988 carros por dia

Ana Maria da Silva
postado em 09/06/2021 19:40
 (crédito: Minervino Júnior)
(crédito: Minervino Júnior)

A venda de carros seminovos no Distrito Federal registrou crescimento expressivo em maio deste ano. Ao todo, foram comercializados 20.746 veículos no Distrito Federal, uma média de 988 carros por dia, de acordo com dados da Agenciauto, associação que representa as lojas revendedoras do DF. Superando a crise, houve um crescimento de 368,3% se comparado ao mesmo período de 2020.

Em relação aos primeiros cinco meses do ano, também houve crescimento, já que até maio de 2020, haviam sido vendidos 53.580, enquanto em 2021, 91.461 carros foram comercializados no DF, representando um crescimento de 70,7%. De acordo com a Agenciauto, a sucessiva progressão de crescimento dos carros seminovos, com exceção do mês de abril, se dá devido à falta de carros novos no mercado, pois ainda há paralisação nas montadoras, por conta da falta de insumos.

De acordo com o presidente da Agenciauto, José Rodrigues Neto, a previsão de crescimento anual é de 150%. “O que seria um marco histórico para o setor de seminovos no DF. O segundo semestre, tradicionalmente, é mais aquecido. Entretanto, se a retomada da economia avançar, e a dificuldade de se adquirir carros 0km permanecer por muito mais tempo, este percentual pode ser ainda muito maior”, afirma.

Cenário nacional

No cenário nacional, a situação não é diferente: tanto com relação ao mês de abril, como no acumulado, e no comparativo com o mesmo período do ano passado, os resultados foram todos positivos. O segmento registrou, em maio de 2021, um bom momento positivo, segundo os dados disponibilizados pela Fenauto, entidade que representa o setor de lojistas multimarcas de veículos.

Segundo o relatório, as vendas, em comparação com abril deste ano, tiveram um resultado positivo de 18,5%, registrando a venda de 1.325.336 unidades, contra 1.118.285. E as boas notícias não param por aí. Em comparação com o mesmo mês de 2020, o resultado também ficou positivo em 198,1%. No acumulado do ano houve uma evolução positiva de 59,2%, o que reflete um bom desempenho do segmento, já melhor preparado para enfrentar as circunstâncias adversas.

Os três modelos mais procurados, durante o mês de maio, foram o Gol, o Uno e o Palio, com 74.325, 43.542 e 42.407 unidades comercializadas, respectivamente. Para o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, o resultado positivo “aponta um bom momento do setor que deve continuar nas próximas semanas, caso não aconteça nenhum retrocesso em função do agravamento da pandemia”.

 *Com informações da Agenciauto e Fenauto

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE