VIOLÊNCIA

Adolescente mantida refém enviou mensagem à polícia: "Socorro, Lázaro está aqui"

Aos policiais, a vítima contou que, assim que viu Lázaro, foi para debaixo da cama e mandou mensagem para a equipe. Policial militar de Goiás foi atingido de raspão em troca de tiros

Darcianne Diogo
postado em 15/06/2021 19:39
 (crédito: Minervino Junior /CB / DA Press)
(crédito: Minervino Junior /CB / DA Press)

Antes de Lázaro Barbosa Sousa, 33 anos, invadir outra chácara em Edilândia (GO), na tarde desta terça-feira (15/6), e fazer três novos reféns, a filha adolescente do casal enviou uma mensagem a um policial pedindo socorro ao ouvir um barulho estranho na casa. "Socorro, o assassino Lázaro está aqui em casa", escreveu.

O Correio apurou que os policiais estiveram na mesma fazenda, Grota da Água do Valdo Silva, na segunda-feira (14/6), onde montaram o cerco. O policial que participou da operação deixou o número de celular com a família e, nessa tarde, recebeu uma mensagem estranha. "Socorro. O assassino Lázaro está aqui em casa. Fazenda Grota da Água do Valdo Silva", dizia o texto.

O policial respondeu, mas a mensagem não chegou. Desconfiados, eles foram até a residência e não encontraram ninguém. Segundo o relato do militar ao Correio, a casa estava revirada e as panelas, mexidas. Todas as equipes das forças foram acionadas e se dividiram nas buscas. Quando entraram na mata, Lázaro viu os policiais e atirou. Um policial militar do Estado de Goiás levou um tiro de raspão no rosto.

Os policiais revidaram e Lázaro soltou os reféns, que eram mãe, pai e uma adolescente. À equipe, a menina contou que, assim que viu Lázaro, foi para debaixo da cama e mandou mensagem aos policiais. O suspeito de assassinar uma família no DF e cometer uma série de crimes continuava foragido até a última atualização desta reportagem.

Buscas duram sete dias

Lázaro é acusado de matar quatro pessoas, balear três, invadir chácaras, fazer reféns e atear fogo em uma casa entre 6 de junho e esta terça-feira (15/6). Em crime que chocou o Distrito Federal, ele matou pai, mãe e dos dois filhos no Incra 9, em Ceilândia, na quarta-feira (9/6).

O empresário Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, e os filhos dele, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, foram mortos em casa. A mãe, Cleonice Marques, 43, foi encontrada quatro dias depois, também sem vida, em um córrego próximo ao local em que morava.

  • Buscas por Lázaro Barbosa continuam em Edilândia
    Buscas por Lázaro Barbosa continuam em Edilândia Foto: Minervino Junior /CB / DA Press
  • Buscas por Lázaro Barbosa continuam em Edilândia
    Buscas por Lázaro Barbosa continuam em Edilândia Foto: Minervino Junior /CB / DA Press
  • Buscas por Lázaro Barbosa continuam em Edilândia
    Buscas por Lázaro Barbosa continuam em Edilândia Foto: Minervino Junior /CB / DA Press
  • Policiais fazem buscas por Lázaro Barbosa em Goiás. Homem é acusado de cometer chacina e matar família no DF, em Ceilândia
    Policiais fazem buscas por Lázaro Barbosa em Goiás. Homem é acusado de cometer chacina e matar família no DF, em Ceilândia Foto: Ed Alves/CB/D.A. Press
  • Policiais fazem buscas por Lázaro Barbosa em Goiás. Homem é acusado de cometer chacina e matar família no DF, em Ceilândia
    Policiais fazem buscas por Lázaro Barbosa em Goiás. Homem é acusado de cometer chacina e matar família no DF, em Ceilândia Foto: Ed Alves/CB/D.A. Press
  • Policiais fazem buscas por Lázaro Barbosa em Goiás. Homem é acusado de cometer chacina e matar família no DF, em Ceilândia
    Policiais fazem buscas por Lázaro Barbosa em Goiás. Homem é acusado de cometer chacina e matar família no DF, em Ceilândia Foto: Ed Alves/CB/D.A. Press
  • Polícia monitora local em que Lázaro Barbosa matou três membros da família Vidal e sequestrou Cleonice, encontrado morta no último sábado
    Polícia monitora local em que Lázaro Barbosa matou três membros da família Vidal e sequestrou Cleonice, encontrado morta no último sábado Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
  • Lázaro Barbosa. Chacina. Terro. Ceilândia Norte. Cocalzinho. Edilândia. Operação policial. Família Vidal
    Lázaro Barbosa. Chacina. Terro. Ceilândia Norte. Cocalzinho. Edilândia. Operação policial. Família Vidal Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
  • Por medo de Lázaro, moradores deixam casas e fecham comércios em Goiás
    Por medo de Lázaro, moradores deixam casas e fecham comércios em Goiás Foto: Ed Alves/ DA Press/ CB
  • Polícia divulgou a foto de Lázaro Barbosa de Souza, que teria cometido triplo homicídio - (crédito: PCDF/Divulgação)
    Polícia divulgou a foto de Lázaro Barbosa de Souza, que teria cometido triplo homicídio - (crédito: PCDF/Divulgação) Foto: Polícia Civil/Divulgação
  • Lázaro Barbosa Sousa é acusado de matar quatro pessoas, balear três, invadir chácaras, fazer reféns e atear fogo em uma casa. Polícia procura o criminoso na região de Cocalzinho (GO)
    Lázaro Barbosa Sousa é acusado de matar quatro pessoas, balear três, invadir chácaras, fazer reféns e atear fogo em uma casa. Polícia procura o criminoso na região de Cocalzinho (GO) Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
  • Busca a Lázaro
    Busca a Lázaro Foto: Ed Alves/CB/D.A. Press
  • Busca a Lázaro
    Busca a Lázaro Foto: Ed Alves/CB/D.A. Press
  • fuga Lázaro
    fuga Lázaro Foto: Ed Alves/C.B./D.A. Press
  • Buscas por Lázaro Barbosa mobilizam mais de 200 policiais
    Buscas por Lázaro Barbosa mobilizam mais de 200 policiais Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE