Feminicídio

Vítima de feminicídio em Sobradinho é sepultada em Unai (MG)

Thais da Silva foi morta a tiros no domingo (20/06) pelo ex-companheiro. Ele foi preso na segunda-feira

Mariane Rodrigues
postado em 22/06/2021 16:30 / atualizado em 22/06/2021 16:53
Thaís da Silva Campos, 27 anos, morta pelo ex-companheiro no domingo (20/6), em Sobradinho -  (crédito: Reprodução redes sociais)
Thaís da Silva Campos, 27 anos, morta pelo ex-companheiro no domingo (20/6), em Sobradinho - (crédito: Reprodução redes sociais)

Vítima de feminicídio em Sobradinho, no domingo (20/6), Thaís da Silva Campos, 27 anos, foi enterrada nesta terça-feira (22/6), no Cemitério São Vicente de Paula, em Unaí (MG). 

A cirurgiã-dentista foi morta a tiros pelo ex-companheiro, Osmar de Sousa Silva, 36. Ele foi preso na segunda-feira (21/6) por policiais da 13ª DP (Sobradinho) pouco antes de se entregar, acompanhado por um advogado, na 31ª DP (Planaltina).

Yuri Bering, 25 anos, lamentou a morte da prima. "Eu sempre a admirei pelo fato de ela ter corrido atrás para alcançar os objetivos dela. Minha tia se esforçou muito para dar condições boas de estudo para Thaís, e ela retribuiu toda a luta que a mãe teve. Infelizmente, ela se foi muito nova, com um futuro brilhante pela frente", comenta.

Acusado de matar Thaís, Osmar Silva tinha passagem pela polícia por descumprimento à Lei Maria da Penha, em 2016, segundo o delegado-chefe da 13ª DP, Hudson Maldonado.

 


 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE