Energia

Neoenergia recupera 44 milhões de Kwh de energia furtada no DF

O valor já é 178% maior do que o total recuperado durante todo o ano de 2020 e é suficiente para abastecer o equivalente a toda a população do DF por três dias

Correio Braziliense
postado em 02/08/2021 16:57
 (crédito: Neoenergia Distribuição Brasília/Divulgação)
(crédito: Neoenergia Distribuição Brasília/Divulgação)

No primeiro semestre deste ano, a Neoenergia Distribuição Brasília recuperou 44 milhões de kWh de energia elétrica. O número é 178% superior ao total correspondente a todo o ano de 2020. Segundo a empresa, a energia que estava sendo desviada é suficiente para abastecer mais de três milhões de habitantes, equivalente a população de todo o Distrito Federal, durante três dias.

Para chegar a essa recuperação, a Neoenergia informou que foram realizadas diversas ações de prevenção e combate aos desvios de energia, como regularização de clientes clandestinos, fiscalização e substituição de medidores. Além disso, o uso de tecnologia auxiliou na prevenção de fraudes.

A concessionária efetuou, de janeiro a julho, quase 20 mil inspeções e foram substituídos 4,4 mil medidores obsoletos ou com defeito. De acordo com a distribuidora de energia, foram regularizados mais de 13 mil clientes clandestinos, aqueles que não têm medidores de energia instalados e estavam irregulares.

Irregularidade

Para os clientes que se encontram irregulares, é possível fazer a solicitação de regularização diretamente à concessionária, preenchendo o formulário online disponibilizado pelo site (bit.ly/energiaregular).

Segundo a Neoenergia, os desvios de energia prejudicam a todos, já que promovem modificações inapropriadas na rede trazendo riscos à vida. Além disso, parte do valor da energia furtada acaba sendo pago entre todos os consumidores.

A distribuidora enfatiza que o furto de energia é crime sujeito às penalidades do Código Penal Brasileiro. Em caso de denúncias, os clientes podem entrar em contato com a concessionária por meio do telefone 116.

Com informações da Neoenergia Distribuição Brasília

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE