PRISÃO

Polícia prende última foragida de incêndio criminoso em Sobradinho

Crime ocorreu em janeiro deste ano e envolveu outras três pessoas. Mulher foi detida em Planaltina

Darcianne Diogo
Ana Isabel Mansur
postado em 09/08/2021 17:31 / atualizado em 09/08/2021 18:04
Rosana Dantas da Costa morava em Manaus (AM), mas estava em Brasília há alguns anos -  (crédito: Divulgação/PCDF )
Rosana Dantas da Costa morava em Manaus (AM), mas estava em Brasília há alguns anos - (crédito: Divulgação/PCDF )

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), prendeu a última foragida do incêndio criminoso ocorrido em 9 de janeiro, em Sobradinho. A mulher, 42 anos, foi detida em Planaltina na tarde desta segunda-feira (9/8).

Os demais autores do crime, dois homens e uma mulher, haviam sido presos anteriormente. Um dos rapazes, 36 anos, e a outra envolvida, 47, foram detidos em 3 de março; e o outro homem, 32, em 8 de maio, em Uberlândia, segundo o delegado-chefe da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), Hudson Maldonado. A 13ª DP concluiu que a ação havia sido criminosa em fevereiro.

Na madrugada de 9 de janeiro, na Quadra 3 de Sobradinho, os quatro criminosos agrediram Rosana Dantas da Costa, 47 anos, e Edson da Silva, 55. Em seguida, os comparsas atearam fogo na casa e o incêndio acabou matando as vítimas. O corpo de Rosana tinha lesões superficiais, e o de Edson, ferimentos provocados por arma branca.

Os sinais de violência foram encontrados nos corpos de Rosana e Edson depois de análise do Instituto Médico Legal (IML). O laudo descartou a primeira hipótese levantada pela polícia de que o incêndio teria sido provocado por um curto-circuito.

As investigações também descobriram que os criminosos conheciam as vítimas. Uma das autoras foi companheira de Edson por 20 anos e era amiga de Rosana.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE